Arquitetura Barroca: Características e Exemplos

Não tem como entender a Arquitetura Barroca se não entrarmos a fundo na história, vamos voltar no tempo e descobrir o que se passou durante esse período.

Como surgiu a Arquitetura Barroca?

No final do século XVI, os líderes da igreja viram surgir um movimento muito forte que ficou conhecido como “Reforma Protestante”, liderado por Martinho Lutero. Nesse movimento, houve questionamentos dos dogmas da igreja e, com o movimento ganhando força, fundaram os alicerces de uma nova corrente dentro do cristianismo.

como surgiu a arquitetura barroca

como surgiu a arquitetura barroca

A igreja, se manifestando, criou a “Contra-Reforma Protestante” durante o Concílio de Trento, e é nesse momento que o Barroco nasceu, lançando suas novas visões sobre a arte e relacionando com a busca de poder e soberania da Igreja Católica.

Qual foi o papel da arquitetura barroca na igreja?

Com a igreja católica passando por um momento crítico e difícil, seu poder diminuiu, por isso, buscou meios de se reafirmar, não somente como a verdade absoluta de Deus, mas como o poder e a maior força. A arquitetura barroca começou a ser uma das formas fundamentais de revolução da contrarreforma religiosa católica por meio da arte.

papel da arquitetura barroca

papel da arquitetura barroca

A dualidade entre antropocentrismo e teocentrismo são fortes características da arquitetura barroca, também como estética extravagante e utilização excessiva de adereços, se contrapondo a simplicidade e harmonia representados pelo Renascimento.

Qual foi o papel da arquitetura barroca no urbanismo?

Entre 1585 e 1699, o papa Sisto V iniciou uma mudança no urbanismo em Roma, no intuito de tornar o acesso mais fácil e aproximar a Basílica de São Pedro a vários locais da cidade, dando um importante passo no urbanismo. Juntamente com o movimento da Contra-Reforma, a tática do papa era reaproximar a Igreja dos fiéis.

O urbanismo barroco tinha em vista integrar o ambiente público destacando a Igreja nas comunidades. As mudanças se caracterizavam pela criação e implementação de fontes de água, jardins e esculturas pela cidade, além da construção de praças.

O projeto do papa tinha como principal papel transformar Roma na “cidade santa”, contratou Domenico Fontana para fazer o projeto, dando início às mudanças, que foram semelhantes em vários centros por toda a Europa na área urbanística.

Abandonando sua principal funcionalidade pública e cívica, as praças se tornaram uma exaltação da ideologia política ou religiosa, como por exemplo: a Place Dauphine, a Place des Vosges e Praça de São Pedro em Roma.

Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro se encontra no Estado do Vaticano, é a maior das igrejas do cristianismo e um dos locais cristãos mais visitados. Cobre uma área de 23000 m² e pode albergar mais de 60 mil devotos (mais de cem vezes a população do Vaticano).

arquitetura barroca Basílica de São Pedro

arquitetura barroca Basílica de São Pedro

É o edifício com o interior mais proeminente do Vaticano, sendo sua cúpula uma característica dominante do horizonte de Roma, adornada com 340 estátuas de santos, mártires e anjos.

Situada na Praça de São Pedro, sua construção recebeu contribuições de alguns dos maiores artistas da história da humanidade, tais como Bramante, Michelangelo, Rafael e Bernini.

Quais as mais importantes características na Arquitetura barroca?

A Arquitetura Barroca faz o uso de decorações extravagantes, belas esculturas, a grandiosidade que mantinha o poder que muitos pensavam que haviam perdido. Fachadas convexas na parte exterior.

características arquitetura barroca

características arquitetura barroca

Na parte interior se destacavam as formas ovais e incomuns, texturas de gesso, janelas e portas em abóbadas no interior dos ambientes. No teto a infinitude de espaço, o uso de pinturas, desenhos e ornamentos com detalhes em madeira e ouro.

características arquitetura barroca

características arquitetura barroca

Havia o movimento, levando o observador a se imaginar no infinito; Efeitos cenográficos e Dramaticidade; A iluminação e o sombreamento traziam mistério, o que deixava mais ainda os fiéis com ideia da grandiosidade de Deus.

O que a Arquitetura Barroca demonstrava?

A Arquitetura Barroca busca afirmar a soberania católica, as artes desse período são marcadas pela exaltação de Deus e da Igreja. O barroco quebra a ideia de racionalidade e simetria do classicismo greco-romano e passa a fazer uso de formas e texturas que dão a ideia de movimentos e produzem emoções e sensações.

A visão do homem barroco

Ao mesmo tempo que o homem buscava a salvação, também queria usufruir dos prazeres mundanos, daí surgiram os conflitos. Sendo assim o antropocentrismo (homem) opondo-se ao Teocentrismo (Deus). O homem deste período está entre o céu e a Terra.

Qual a diferença entre a Arquitetura Clássica e a Arquitetura Barroca?

Como principais diferenças entre a Arquitetura Clássica e Arquitetura Barroca temos o uso das sensações e emoção ao invés da racionalidade, no lugar da simplicidade o uso da complexidade e a ambivalência ao invés da clareza.

Quais os principais criadores de obras das Arquiteturas Barrocas?

François Mansart

François Mansart nasceu nas França e foi um dos arquitetos mais renomados do barroco, criador de obras como Castelo de Blois, Château de Masons (hoje Château de Masons-Laffitte), o Temple du Marais e a igreja do Val-de-Grâce (os dois últimos localizados em Paris).

Igreja Val-de-Grâce

Popularmente conhecida como a igreja de Val-de-Grace, é uma igreja em estilo barroco clássica francesa no 5 º distrito de Paris , Lugar Alphonse Laveran. Antes da Revolução, era a igreja da abadia real de Val-de-Grâce.

arquitetura barroca Igreja Val-de-Grâce

arquitetura barroca Igreja Val-de-Grâce

Em 1645, Ana da Áustria e Luís XIV (de 7 anos) colocaram a primeira pedra da igreja da abadia de Val-de-Grâce, fundada 20 anos antes. A rainha-mãe cumpre assim uma promessa feita anteriormente, de agradecer a Deus por ter dado à luz um filho. As obras foram interrompidas por um tempo por causa da desgraça da rainha. Eles foram retomados em 1655 e a igreja foi concluída no mesmo ano.

A Abadia de Val-de-Grâce foi abandonada durante a Revolução e tornou-se o hospital universitário dos exércitos de Val-de-Grâce . A igreja, que por um tempo foi usada como uma loja de roupas e efeitos para hospitais militares, foi devolvida ao culto em 1826 após ser restaurada em 1818-1819. Ele está ligado à diocese aos exércitos franceses.

Jules Hardouin-Mansar

O arquiteto Jules Hardouin-Mansar, também foi um dos mais importantes criadores de obras barrocas, como A Catedral de Saint-Louis-des-Invalides, o Grand Trianon, e o Palácio de Versailles, onde os jogos de luz e a planta écriam contrastes visuais.

Palácio de Versailles

Palácio de Versalhes (em francês: Château de Versailles) é um castelo real localizado na cidade de Versalhes, uma aldeia rural à época de sua construção, mas atualmente um subúrbio de Paris. Desde 1682, quando Luís XIV se mudou de Paris, até a família real ser forçada a voltar à capital em 1789, a Corte de Versalhes foi o centro do poder do Antigo Regime na França.

arquitetura barroca Palácio de Versalhes

arquitetura barroca Palácio de Versalhes

Claude Perrault

Outro arquiteto importantíssimo para a Arquitetura Barroca foi o francês Claude Perrault, que criou a fachada oriental que desenhou para o Palais du Louvre, nessa obra o muro não é visto como um limite, mas uma realidade espacial privilegiada para conter movimento, onde em todo o espaço mostra-se uma multiplicidade cenográfica.

Palácio do Louvre

O Palácio do Louvre (em francês: Palais du Louvre) é um antigo palácio real da França, localizado em Paris, na margem direita do rio Sena. Fica entre os Jardins das Tulherias e a Igreja de São Germano de Auxerre. As suas origens remontam há quase um milénio atrás, sendo a sua história indissociável da de Paris. A sua estrutura tem evoluído por etapas desde o século XVI.

arquitetura barroca Museu do Louvre

arquitetura barroca Museu do Louvre

O Palácio do Louvre acolhe, atualmente, o Museu do Louvre, um dos mais ricos e famosos museus de arte do mundo.

Quando a Arquitetura barroca se difundiu para outros países?

O movimento barroco se originou em Roma em 1600, da Itália o barroco se expandiu e chegou a países como França, Espanha e Portugal e por toda a América Latina e a Europa entre 1630 e 1670, quando se expandiu pelos outros continentes.

Usando formas clássicas para transformá-las, o barroco dá origem a construções com frontões interrompidos e colunas torsas.

Como a Arquitetura Barroca chegou ao Brasil?

Durante a época da colonização, quando o Brasil era uma colônia portuguesa, o barroco foi passado por jesuítas portugueses, com o principal objetivo de catequizar os índios.

O estilo barroco adquiriu características próprias no território brasileiro, teve uma grande importância artística e cultural no Brasil e deixou legados na arquitetura, na pintura e na estatuária até os dias de hoje em muitas cidades brasileiras, a exemplo do Rio de Janeiro, Ouro Preto, Salvador e Recife.

O estilo ganhou força no país e, até hoje, é admirado nacionalmente e internacionalmente. As primeiras construções foram levantadas nas cidades de Olinda e Salvador, ainda na metade do século XVI.

arquitetura barroca no Brasil

arquitetura barroca no Brasil

Minas Gerais, por exemplo, é um polo da Arquitetura Barroca no Brasil, as igrejas de Minas Gerais recebem turistas do mundo inteiro, as estruturas se destacam muito pelos visuais representados no teto, com representações bíblicas e dos feitos de santos católicos.

A importância da preservação da arquitetura barroca no Brasil

No Brasil, o ponto principal do estilo barroco é a religião, assim como na Itália. Figuras de anjos, santos e pinturas que remetem à eternidade são aspectos marcantes do nosso barroco. Mesmo assim, boa parte das construções que apresentam características barrocas estão em péssimo estado de conservação, apesar da sua grande importância.

Desse modo, é fundamental que esses monumentos não sejam alvos apenas de preocupações teóricas. Isto é, é importante que haja medidas práticas para que eles sejam preservados. Afinal, a arquitetura barroca no Brasil atrai turistas e representa um marco excepcional em nossa história, religião e cultura.

Um dos lugares com mais obras da arquitetura Barroca no Brasil

A arquitetura barroca brasileira teve grande influência da Europa, na qual foi marcada pela religião e pelo desenvolvimento urbanístico.

Pode-se afirmar que em Minas Gerais é o estado onde melhor representa a arquitetura barroca brasileira. Por isso vale ressaltar que é o estado com o maior acervo barroco do Brasil.

Temos grandes exemplos de obras da arquitetura barroca, como A Igreja de Nossa Senhora do Carmo, em São João Del Rei, um ótimo exemplo a se mostrar.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Na cidade brasileira de Ouro Preto, a igreja de Nossa Senhora do Carmo é um templo católico, importante exemplar da tradição rococó no Brasil. É um monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

arquitetura barroca mineira

arquitetura barroca mineira

Características da arquitetura barroca mineira

As construções barrocas em Minas Gerais, têm como característica, o uso de recursos naturais. Os artistas usavam materiais diferentes dos que normalmente eram utilizados na Europa.

Por exemplo: as pedras como o mármore, no barroco mineiro foram substituídas por pedra-sabão e bastante madeira nas confecção das esculturas e ornamentações.

Temos um dos principais artistas brasileiros e um dos maiores criadores de obras da arquitetura barroca no Brasil.

Aleijadinho

Temos o Aleijadinho, que se chama Antônio Francisco de Lisboa, muito conhecido como o mais importante expoente das artes plásticas barrocas, utilizando características de outros estilos, como o clássico, o rococó e o gótico, como material para suas obras, ele utilizava a pedra-sabão e a madeira.

Como uma de suas principais obras estão a Igreja de São Francisco de Assis localizada em Ouro Preto e o Santuário do Bom Jesus que se localiza em Matosinhos.

Igreja de São Francisco de Assis

A Igreja de São Francisco de Assis é uma igreja católica da cidade de Ouro Preto, Brasil, construída em estilo e com elementos decorativos barrocos.

arquitetura barroca Minas Gerais

arquitetura barroca Minas Gerais

É um dos monumentos mais significativos da arte colonial, uma das mais conhecidas igrejas brasileiras daquele período e uma das mais celebradas criações do mestre Aleijadinho, que elaborou o projeto básico da fachada e da decoração em relevos e talha dourada, realizando pessoalmente diversos de seus elementos, ainda que outros artistas também tenham colaborado.

Ali também se encontram trabalhos do Mestre Ataíde, o maior nome da pintura colonial brasileira, que decorou o teto da nave criando aquela que se tornou sua composição mais famosa, além de pintar outros painéis e dourar o altar-mor.

Pela sua relevância extraordinária, a Igreja foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi classificada em 2009 como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, e integrando a Cidade Histórica de Ouro Preto é parte do Patrimônio da Humanidade.

Mestre Ataíde

Temos também o artista Mestre Ataíde, que se chamava Manuel da Costa Ataíde, que se destacou como um dos principais artistas do Barroco no Brasil. Um fato a se chamar atenção é que ele buscava inspiração nas gravuras e estampas missais para as suas artes de pinturas, que hoje são obras espalhadas por muitas cidades em Minas Gerais.

Conclusão

Tendo em vista tudo que se foi mostrado, podemos dizer que a arquitetura barroca não teve somente um papel importante para a igreja católica, mas também se tornou uma nova forma de mostrar a arte, e trouxe desenvolvimento, mudança para a arquitetura urbana e agregando culturalmente.