Madeira de Reflorestamento: Tudo que você precisa saber

O Brasil é um país bom para o cultivo e extração de madeira de reflorestamento, especialmente a de eucalipto, pois as condições climáticas favorecem o rápido crescimento das árvores. Seu tempo de crescimento aqui é de 7 anos, enquanto em outros países por exemplo a Europa, podem demorar aproximadamente 30 anos. Além de construção com madeira tende a ter um bom desempenho térmico e acústico.

Madeira de Reflorestamento: Tudo que você precisa saber

As madeiras de reflorestamento são obtidas de árvores que foram plantadas já com a finalidade de serem extraídas, e novas árvores são plantadas no mesmo local de onde elas foram tiradas.

O uso de madeiras de reflorestamento na construção civil ou na fabricação de móveis é muito vantajoso, pois isso traz benefícios ao meio ambiente evitando o desmatamento de mata nativa. O processo de extração de madeiras nativas, ao contrário do replantio, extrai árvores surgidas naturalmente e deixa o local totalmente vazio em seguida.

Agora que você já sabe um pouco sobre a madeira de reflorestamento, vamos ver quais são os melhores tipos de madeira que você vai encontrar no mercado atual.

Veja também: https://arquitetoleandroamaral.com/bioarquitetura/

Conheça 6 tipos de Madeira de Reflorestamento

Eucalipto

O Eucalipto é a árvore de reflorestamento mais plantada no Brasil, devido ao seu rápido crescimento, e pode ser do tipo “Grandis”, ou do tipo “Citriodora”, mais escuro, pesado e resistente. Muito usada na fabricação de móveis e como estrutura nas construções, gerando visual rústico e robusto.

Veja também:  Planta Humanizada: o que é, como fazer e principais programas

Madeira de Reflorestamento: Conheça 6 tipos

Pinus Elioti

A Pinus Elioti foi a primeira árvore a ser utilizada para replantio no Brasil, que fornece madeira de aspecto amarelado e com muitos nós, que são aquelas marcas arredondadas e escuras presentes de maneira irregular em cada peça.

Araucária

A Araucária é muito utilizada na indústria moveleira por sua tonalidade e por ser fácil de se trabalhar, embora tenha crescimento mais lento.

Teca

A Teca é uma madeira bem comum em móveis, pois tem boa aparência, é resistente e tem boa usinagem. No entanto, ela pode ser um pouco mais cara, por isso costuma ser mais utilizada para exportação ou móveis de alto padrão.

Grevílea

A Grevílea é uma madeira de crescimento rápido, densidade média, cor castanho-claro, levemente acinzentada, podendo apresentar efeitos quase prateados. A usinagem é fácil, excelentes rendimentos e acabamentos. Existem poucas plantações e, portanto, ainda há pouca disponibilidade da madeira no pais.

Cinamomo

A Cinamomo é uma madeira de crescimento rápido, leve e clara, da mesma família que o cedro e o mogno. Seca, facilmente, e proporciona excelente acabamento. Não existem muitas plantações e o volume de madeira produzida ainda não é tão significativo.

Por que usar a madeira de reflorestamento?

A madeira de reflorestamento é bastante sustentável, além da sua extração não ser agressiva ao ecossistema local, pois as árvores extraídas são repostas imediatamente em uma área de tamanho previamente designado. Ou seja, as florestas originais não são afetadas.

O reflorestamento também contribui para a diminuição de CO2 da atmosfera e ajudam terras que antes eram improdutivas ou até mesmo inutilizadas. Todos esses benefícios são excelentes no auxílio ao controle climático mundial. Pode parecer abstrato, mas pequenas áreas de reflorestamento no Brasil, por exemplo, possivelmente terão um impacto mundial em se tratando de combate às mudanças climáticas.

Veja também:  Como ler Projeto Estrutural: Guia passo a Passo

Madeira de Reflorestamento: Por que usar?

Qual área é apta a receber reflorestamento?

A capacidade de uso de solo é dividida em diferentes classes que, funcionam quase como graduações de fertilidade. Algumas terras não são cultiváveis por diversos motivos, seja por conta da erosão ou por conta de características químicas desfavoráveis do solo, é possível que certos locais se tornem improdutivos com o passar dos anos. Essas terras, em casos específicos, podem vir a ser tratadas de maneira recorrente para que um resgate da produtividade seja consumado.

O Potencial Florestal e a Sustentabilidade

O potencial florestal sabe que é impossível separar os compromissos sustentáveis da indústria da madeira. Para o bem da humanidade, é preciso ter práticas ambientais elogiáveis, agindo sempre com transparência e respeito aos ecossistemas locais, por esses motivos que o potencial florestal segue todas as normas da ABNT.

Muito mais do que respeitar regras para se enquadrar em legislações, acreditamos na preservação do meio ambiente como ponto principal do mercado em que atuamos.

Veja também: https://arquitetoleandroamaral.com/paisagismo-na-arquitetura/

Vantagens da Madeira Reflorestada

Veja agora as vantagens de utilizar a madeira de reflorestamento:

  • Imagem pública positiva da empresa;
  • Protege espécies ameaçadas de extinção;
  • Impacta menos o ciclo de vida das florestas;
  • Vantagem competitiva;
  • Acesso a novos mercados.

Madeira de Reflorestamento: Vantagens

Perguntas frequentes

Como saber se a madeira é de reflorestamento?

Para identificar se a madeira é de reflorestamento você pode procurar o selo Forest Stewardship Council (FSC) na própria madeira, caso não encontre, peça ao vendedor o Documento de Origem Florestal (DOF) ou o Guia Florestal (GF) que funciona como um registo da madeira mostrando de onde ela é.

Qual é a madeira sustentável?

A madeira sustentável é a que é extraída da natureza, e logo depois é plantada outra no mesmo local.

Porque o MDF é sustentável?

O MDF é sustentável porque utiliza fibras de madeira de reflorestamento como obra prima, evitando o desmatamento.

O que pode substituir o MDF?

O que pode substituir o MDF é o MDP que é um produto similar feito de uma aglomeração de partículas de madeira, o tornando um material mais rígido.

Veja também:  Arquitetura gótica: Quando surgiu e 5 exemplos

O que pode substituir a madeira?

O que pode substituir a madeira é o aço carbono, ligas de alumínio, ligas galvanizadas, aço inox, perfis e chapas, materiais que podem ser utilizados para confecção de esquadrias e melhorando o seu desempenho.

Qual é o melhor: MDF ou compensado?

O melhor entre o MDF e compensado irá variar de acordo com a sua necessidade, o compensado é um material mais rígido, utilizado em portas e o MDF mais maleável podendo ser utilizado em mobiliário.

Como produzir madeira?

Para produzir a madeira basta fazer o plantio florestal, colheita e processamento mecânico.

Por que a madeira é considerada um material sustentável?

A madeira é considerada um material sustentável porque ela é uma fonte renovável.

Conclusão

Aprendemos um pouco sobre a madeira de reflorestamento, o que ela é, como utilizá-la, quais os benefícios que ela nos traz e a também ao meio-ambiente. Deixe seu comentário abaixo sobre o que achou do artigo.