Memorial Descritivo: Tudo o que você precisa saber

Você sabe como começar um memorial descritivo? Não? Neste artigo, vamos explicar com detalhes a importância do memorial e dar 4 dicas para criá-lo do jeito certo.

Também mostraremos os diferentes tipos de memoriais descritivos e quais as suas funcionalidades. Lembrando que cada prefeitura tem um item ou outro em particular que deve ser incluso, modificado ou adaptado de acordo com as leis e códigos de obra da cidade em questão.

O que é memorial descritivo?

Memorial descritivo: O que é?

O memorial descritivo faz parte do projeto executivo e é um documento que traz em detalhes tudo que será executado em uma obra, ele informa todas as estruturas e materiais que serão utilizados na edificação.

Ou seja, traz informações detalhadas que ajudam a colocar em prática tudo o que o arquiteto idealizou. Estruturas, acabamentos, instalações, louças, revestimentos, tudo deverá ser informado nesse documento.

Tópicos que não podem faltar em um memorial descritivo

Memorial descritivo: Tópicos que não podem faltar

Quando pensamos em começar um memorial, temos que ter em mente certa organização na estrutura, pois cada tópico é essencial para uma leitura e interpretação correta.

Então listamos tópicos que não podem faltar. Confira:

  • Localização da obra;
  • Proprietário;
  • Detalhe de cada etapa da construção;
  • Alvenaria;
  • Acabamento;
  • Conceituação do projeto;
  • Normas adotadas para a realização dos cálculos;
  • Premissas básicas adotadas durante o projeto;
  • Objetivos do projeto;
  • Detalhamento de materiais empregados na obra ou no produto;
  • Demais detalhes que podem ser importantes para o entendimento completo do projeto.

Frisando que os tópicos são de acordo com a Norma de Desempenho (NBR 15.575).

Para que serve o memorial descritivo na arquitetura?

Memorial descritivo: Para que serve na arquitetura?

Na Arquitetura, o memorial descritivo tem a finalidade de relatar em texto o que está representado no projeto, é um registro técnico com valor legal quando assinado pelo profissional ou responsável técnico. É essencial tanto para o responsável pela execução do projeto como para o cliente.

Nele estarão presentes as atividades que não podem ser descritas por meio do desenho técnico, por exemplo: como as paredes devem ser pintadas, os cuidados com acabamentos, a ordem das atividades no local, entre outras.

Veja também:  Moodboard na Arquitetura: O que é e 5 Formas de Fazer

Portanto, quanto mais completo estiver esse detalhamento, mais fácil será o gerenciamento da obra. Dessa forma, é possível evitar desperdícios de materiais, danos e os atrasos na entrega.

Em relação ao cliente, o memorial de arquitetura serve como um comprovante legal de tudo o que foi prometido.

Ele também é necessário na hora de pedir a aprovação desse projeto na prefeitura, sem ele a gente não consegue o
Alvará da Obra.

Quais são os 7 tipos de memorial descritivo?

Memorial descritivo: Quais são os 7 tipos?

Para fazer um memorial descritivo, devemos ter muito cuidado com a sua precisão, precisamos que ele garanta a condução correta do posicionamento dos tópicos, dos detalhes e das informações. Portanto, cada empreendimento tem um modelo do memorial.

Os principais modelos existentes são:

  1. MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL;
  2. MEMORIAL DESCRITIVO COMERCIAL;
  3. MEMORIAL DESCRITIVO PARA EXECUÇÃO DE PISCINA;
  4. MEMORIAL DESCRITIVO DE DESMEMBRAMENTO;
  5. MEMORIAL DESCRITIVO DE UNIFICAÇÃO;
  6. MEMORIAL DESCRITIVO DE RESIDÊNCIA PARA DEMOLIÇÃO;
  7. MEMORIAL DE TANQUE SÉPTICO E FOSSA.

Memorial Descritivo: como fazer? Passo a passo

Memorial descritivo: Como fazer? Passo a passo

O memorial descritivo tem alguns passos que não podem faltar e também tópicos padrões de acordo com a ABNT.  Porém, cada arquiteto pode incluir mais informações, se necessário.

Simplesmente imagine que o documento é a versão escrita das suas plantas e projetos. Você deve detalhar quais são os processos e os materiais utilizados para chegar até o resultado mostrado no desenho.

Você pode incluir no seu memorial descritivo de arquitetura:

  • Dados da Obra
  • Equipe Técnica
  • Considerações Gerais
  • Preliminares
  • Fundações
  • Estrutura
  • Paredes
  • Esquadrias
  • Vidros
  • Cobertura
  • Tratamento e impermeabilizações
  • Revestimentos
  • Soleiras e Peitoris
  • Forro
  • Pintura
  • Pavimentação
  • Louças e metais
  • Instalações Hidrossanitárias de Pluviais
  • Instalações elétricas
  • Mobiliário
  • Limpeza da obra

4 Dicas de passo a passo para um memorial descritivo

Memorial descritivo: Como fazer? Passo a passo

Sabendo o que pode colocar no memorial descritivo, separamos algumas dicas para você desenvolver o seu memorial.

1) Pesquise memoriais descritivos na internet

É possível você encontrar vários exemplos de memoriais prontos na internet, como também muitos projetos de reforma ou construção que podem ter em anexo o memorial.

Nada melhor que uma base para prosseguir e se guiar nos passos desenvolvidos no exemplo.

2) Usar uma linguagem formal

Além de ser um documento profissional, o memorial precisa passar confiança. Para escrever um documento muito detalhado e compreensível, precisa de palavras certas, então, prepare o seu repertório e vocabulário para ser compreendido com facilidade.

Memorial Descritivo Exemplo: Modelos para Download

MODELOS DE MEMORIAIS DESCRITIVOS

Quando pensamos em fazer um memorial descritivo, acabamos não tendo base para isso e a grande pergunta é “Como fazer e o que colocar?”.

Na Internet você poderá encontrar inúmeros exemplos e com eles é possível começar um memorial, com base nos pontos principais e também você pode acrescentar as informações que achar importante.

No entanto, não esqueça, consulte cada sua prefeitura e verifique a existência de memoriais descritivos já aprovados e itens exigidos.

O que é o memorial descritivo de uma obra?

Memorial descritivo: O que é em uma obra?

O memorial descritivo de uma obra está ligado a questões práticas, para um projeto sair do papel é necessário que haja primeiramente um orçamento da obra.

Então, é essencial o memorial para esse orçamento, pois dele sairão às orientações para a confecção de um orçamento realista.

O memorial também é importante na confecção do cronograma físico-financeiro da obra, cada projeto requer uma análise totalmente diferente, feita sob medida para aquela obra. Uma das fontes mais ricas de informação sobre o projeto é o memorial descritivo.

Veja também:  Planta Humanizada: o que é, como fazer e principais programas

Quem pode fazer o memorial descritivo?

Sua elaboração deve ser realizada pelos profissionais técnicos responsáveis pelo projeto, seja um arquiteto, engenheiro ou técnico, seguindo as normas da ABNT e as normas do CREA / CAU / PREFEITURA,

Como conseguir um memorial descritivo?

É possível conseguir um memorial descritivo solicitando para o técnico ou engenheiro responsável pelo projeto.

Memorial Descritivo para Design de Interiores

O memorial descritivo para design de interiores segue os mesmos princípios que vimos até agora? SIM! Com certeza ele segue os mesmo princípios e tópicos.

A única diferença do memorial para interiores é que não existe nenhuma norma ABNT que determine as informações que devem ser incluídas.

Então separamos exemplos do que pode ser incluído no seu memorial descritivo de design de interiores:

  • Dados da obra
  • Objetivos
  • Materiais
  • Revestimentos
  • Louças
  • Metais
  • Tintas
  • Mobiliário

O memorial descritivo para design de interiores pode incluir fotos de exemplo de todos os tópicos, facilitando a compreensão do cliente e de quem vai executar a reforma.

Qual a importância do memorial descritivo para uma construtora?

Quando elaborado um memorial, você demonstra ao consumidor que sua construtora é uma empresa séria e trabalha com transparência.

Também além de prezar pelos direitos do consumidor, o que melhora sua popularidade entre os mais exigentes, e pode ajudar a aumentar as vendas. Outro ponto relevante é estar protegido de ações de má fé, onde características não previstas no empreendimento possam vir a ser exigidas.

E para seus clientes?

Memorial descritivo: E para seus clientes?

É importante para seus clientes porque cumpre com os direitos deles, além de trazer mais segurança na tomada de decisão, também garante transparência e responsabilidade no que está no papel.

Demonstra detalhadamente e de forma clara tudo o que o cliente vai receber por parte da construtora, também permite planejamento e alinha as expectativas do consumidor.

O que é o memorial descritivo de usucapião?

O memorial descritivo de usucapião contém informações do terreno que tenham importância para o projeto de forma detalhada.

Mas quais seriam essas informações? São as dimensões, limites de onde o seu terreno encontra o do vizinho, assim como tudo que se encontra nele.

Geralmente esse memorial é solicitado quando há disputas de terra, esse documento serve como comprovante de quem é o dono oficial do lugar. O engenheiro responsável faz um levantamento da casa e mede os ângulos do terreno utilizando referenciais que já foram estabelecidos.

O que deve ter no memorial de usucapião?

Memorial descritivo: O que é memorial descritivo de usucapião

Então segue uma lista do que ele deve conter:

  • Descrição e localização do terreno em relação ao norte (N) e ao leste (E);
  • Depois do perímetro, a área informada em hectares com quatro casas decimais;
  • Assinatura do responsável com a qualificação profissional e CREA/CAU;
  • Descrição de áreas internas (área de preservação, reserva e outras), se existirem.

Certifique-se que o responsável pela obra é qualificado. Um memorial realizado de maneira correta pode ser o diferencial para o sucesso na sua ação de usucapião.

Qual a diferença entre memorial descritivo e memorial descritivo de usucapião?

É comum confundir o memorial de projeto arquitetônico com memorial para projeto de usucapião.

Todavia há uma diferença bem simples e importante, o primeiro é utilizado para controle de obras e estudo de viabilidade do projeto, e o segundo é utilizado para apresentar as especificações do terreno.

Veja também:  Baixar ABNT NBR 9050 Atualizada – 2020 Gratuita

Perguntas frequentes

Quem é o responsável por fazer o memorial descritivo?

O responsável por fazer o memorial descritivo será o mesmo que está responsável pelo projeto.

Qual o valor de um memorial descritivo?

O valor de um memorial descritivo irá variar de profissional para profissional e de cidade para cidade, podendo ser cobrado de R$900,00 á R$1.500,00.

O que é croqui de um imóvel?

O croqui de um imóvel é um esboço feito a mão feitos de forma rápida para transmitir ou demonstrar algo.

Como conseguir planta e memorial descritivo?

Para conseguir a planta e memorial descritivo você deverá contratar um profissional habilitado com RRT, como arquitetos e engenheiros.

Como medir terreno com medidas diferentes?

Para medir um terreno com medidas diferentes, basta somar a medida do fundo com o da frente e dividir por dois, depois some os lados e também dívida por 2, agora basta multiplicar o valor das duas contas que você terá A área do terreno em metros quadrados.

Como descobrir o nome do proprietário de um terreno?

Para descobrir o nome do proprietário de um terreno você deve ir ao Cartório do Registro de Imóveis (RGI) de sua região.

O que é usucapião?

Usucapião é quando você se apossa de um determinado bem móvel ou imóvel que está a muito tempo sem uso e abandonado. Para fazer o pedido de usucapião você deve estar no local por um período determinado de tempo, sem que o possível dono faça alguma intervenção para te retirar.

Quem pode assinar laudo de acessibilidade?

Quem pode assinar laudos de acessibilidade são profissionais habilitados com RRT, como arquitetos e engenheiros.

Conclusão

O memorial é um documento fundamental para a sua obra, ele garante segurança sobre seu patrimônio e credibilidade com os demais setores.

Gostou do artigo? Achou uma informação útil? Qualquer dúvida, não hesite em deixar um comentário e se quiser aprender mais sobre outros assuntos, visite o nosso blog.

Abraço e até mais.