Conforto térmico na Arquitetura: Como garanti-lo?

Você se sente termicamente confortável em sua casa? Se sua resposta for sim, é porque o arquiteto que a desenhou, pensou no conforto térmico, uma etapa que pode ser simples em um projeto, mas que faz uma grande diferença para quem for residir na construção final, caso você ainda não sabe o que é isso, este artigo foi escrito especialmente para você.

Conforto térmico

Conforto térmico: O que é?

Conforto térmico é definido pela ASHRAE (American Society of Heating Refrigerating, and Air-Conditioning Engineers) como:

”Uma condição mental que expressa satisfação com as condições térmicas do ambiente que é avaliado de forma subjetiva pelo indivíduo”

O conforto térmico é exatamente isso o que está escrito, um local onde você se sente confortável em relação a temperatura, sem a necessidade de sempre ligar o ar condicionado, aquecedor ou ficar jogando água pela casa para refrescar.

A etapa de conforto térmico em um projeto, é quando o profissional responsável irá fazer estudos sobre qual o clima predominante da região, onde está localizado o sol e outras questões que podem estar relacionadas com a temperatura do local a ser construído, após esses estudos, é que se começa a escolha de materiais ou tipos de construção que irão deixar a edificação termicamente confortável.

Por que o conforto térmico é tão importante?

O conforto térmico é tão importante, porque é ele quem fará o morador da edificação se sentir mais confortável, trazendo mais qualidade de vida, menos gastos com contas de energia e uma grande melhora na performance humana para atividades de lazer ou trabalho.

Conforto térmico: Variações

Para sabermos se estamos fazendo corretamente o projeto de conforto térmico de um ambiente, precisamos estar atentos com algumas variações que podem ser existentes, como:

Resistencia térmica

A resistência térmica são as roupas que utilizamos, pois elas são responsáveis por agir como isolante térmico para o nosso corpo, podendo variar a intensidade dessa isolação de acordo com o tecido ou ajuste da roupa.

Veja também:  Taxa de Ocupação: o que é, como calcular e normas

Ambientais

Esta é talvez a principal responsável pela variação do conforto térmico, para se saber como questões ambientais podem aumentar ou reduzir a temperatura corporal, basta medir os parâmetros do ambiente.

Cultural

O conforto térmico pode ser um fator psicológico ou cultural, em países frios como a Finlândia, seus habitantes vão as praias no verão com temperaturas de 13 a 17°C, pois no inverno a temperatura chega a -30°C, já no Brasil raramente encontramos pessoas na praia com a temperatura abaixo dos 22°C.

Com essa comparação podemos entender que o conforto térmico pode ser variável de acordo com a localização geográfica, pois em cada região se produz um tipo de resistência a temperatura mais baixa ou alta.

Metabolismo

Para exemplificar como o metabolismo pode ser variável no conforto térmico, vamos pegar um escritório, onde a temperatura do ar-condicionado está em 23°C, alguns funcionários que ali trabalham estarão com frio, enquanto outros estarão suando e o responsável por essa variação pode ser o metabolismo.

Conforto térmico

Conforto térmico: Questões bioclimáticas

Como dizemos anteriormente o clima predominante da região é o que muitas vezes irá caracterizar as questões bioclimáticas e o Brasil é conhecido por sua vasta variação de temperatura.

Para podermos trabalhar melhor com as questões bioclimáticas, devemos conhecer o clima da região, tendo conhecimento sobre a temperatura local é que poderemos fazer um projeto pensado na insolação, iluminação natural, chuva e ventos, uma forma de se aproveitar os ventos é utilizando a ventilação cruzada.

Para termos um projeto mais eficiente devemos ter o conhecimento sobre técnicas construtivas, materiais de acabamento disponíveis no mercado e componentes construtivos, pois estas estratégias que serão responsáveis por promover o conforto térmico de forma natural para um ambiente.

Conforto térmico: Quais os melhores materiais?

Um bom projeto de conforto térmico pode ser fruto de uma boa escolha dos materiais de acabamento. Atualmente a escolha de materiais pode não ser só do arquiteto, como do designer de interiores ou do próprio cliente, que já teve uma boa experiência com algum revestimento específico.

A escolha de materiais não será somente responsável por um bom conforto térmico como também pela economia de energia, algo que é muito mais pensado nos dias de hoje. Para poder te guiar sobre quais os melhores materiais para se obter uma boa eficiência térmica, separei os que mais utilizo em meus projetos, que são:

Telhas cerâmicas e metálicas

As telhas cerâmicas são as maiores aliadas quando o assunto é garantir o conforto térmico, mas ao utiliza-las devemos ter atenção, pois elas requerem maior inclinação e é necessário a instalação de um forro de isolamento, que pode ser feito de lã de vidro.

Veja também:  O que é a Ergonomia na Arquitetura? Para que serve? Quais os tipos?

As telhas metálicas possuem isolante térmico em suas camadas inferiores, funcionando como uma barreira radiante, tudo isso porque a radiação solar é refletida para cima, ao invés de adentrar na residência, resultando em uma edificação com a temperatura perfeita.

Drywall

Comparado a alvenaria tradicional o drywall oferece muito mais vantagens, além de possuir um ótimo desempenho, ele não absorve a temperatura externa do ambiente, isto porque seu interior é formado por lã de vidro ou rocha, formando uma camada de isolamento interno.

Madeira

A madeira é um dos melhores isolantes térmicos, isso porque ele possui baixa condutividade térmica, por este motivo ela é tão utilizada em ambientes externos e internos. Em dias muito quentes a madeira torna o ambiente muito mais agradável, pois as paredes absorvem pouco calor e em dias de frio as paredes não esfriam tanto comparadas a alvenaria tradicional.

Eu recomendo que você utilize madeiras de reflorestamento, pois a sua utilização na construção civil ou na fabricação de móveis é muito vantajosa e traz benefícios ao meio ambiente, evitando o desmatamento de mata nativa. O processo de extração de madeiras nativas, ao contrário do replantio, extrai árvores surgidas naturalmente e deixa o local totalmente vazio em seguida.

Conforto térmico

Como criar conforto térmico em projetos de edificações?

Uma das formas de criar conforto térmico em projetos de edificações é fazendo a implantação correta do terreno e durante a projeção da planta baixa deverá deixar os ambientes que mais necessitam de iluminação voltados para o norte e nos ambientes com menos iluminação poderá ser feito o uso de maiores aberturas. Fique atento ao comportamento dos ventos, que em conjunto com a inserção de elementos arquitetônicos como cobogós e telhados verdes farão o ambiente termicamente perfeito.

NBR 15.220

A NBR 15.220 determina o desempenho térmico das edificações, contendo desde símbolos, métodos de cálculos de transmitância térmica, zoneamento bioclimático, medição da resistência térmica e da condutividade térmica pelo método fluximétrico.

Conforto térmico x Neutralidade térmica

Conforto térmico ou neutralidade térmica, esses dois termos apesar de aparentarem ser parecidos não são, a neutralidade térmica acontece quando todo o calor gerado pelo organismo através do metabolismo é alterado pelo calor do ambiente.

Por mais que a neutralidade térmica envolva questões utilizadas no conforto térmico, ela não é considerável suficiente para manter uma pessoa termicamente confortável, isto porque a troca de calor produzida pelo corpo e ambiente, sendo fria ou quente, pode resultar em insatisfação térmica.

Conforto térmico

Perguntas frequentes

O que seria eficiência térmica e conforto térmico?

Eficiência térmica e conforto térmico são questões consideradas mentais que transmitem satisfação em relação a temperatura do ambiente, utilizando uma quantidade normal de roupas sem sentir frio ou calor excedente.

Veja também:  Como fazer um projeto de Arquitetura criativo e funcional? 2 Dicas

O que é eficiência de uma máquina térmica?

A eficiência de uma máquina térmica é o rendimento que ela possui, ou seja, uma máquina térmica eficiente é a que traz mais resultados com menos gastos energéticos.

O que é o calor?

O calor é a energia transmitida pelo corpo humano que se encontra em temperaturas superiores as vizinhas. Quando dois corpos fazem contato, o calor será transmitido de forma espontânea até que se atinja equilíbrio térmico entre ambas as partes.

Quais são os tipos de fontes de calor?

Os tipos de fontes de calor são divididos entre naturais e artificiais, os naturais são:

  • Sol;
  • Fogo;
  • Corpo humano.

As fontes de calor artificiais são as que produzem calor de qualquer forma, por exemplo:

  • Lâmpadas;
  • Motor;
  • Ferro elétrico;
  • Chuveiro;
  • Fogão.

Por que a umidade relativa do ar afeta o conforto?

A umidade relativa do ar afeta o conforto, pois quando se está alta torna o ato de respirar mais difícil, principalmente em momentos de atividade física.

Quanto mais úmido o ar mais quente?

Quando temos temperaturas mais quentes e a umidade aumenta, faz com que a sensação térmica seja superior a temperatura real do ar, aumentando o abafamento.

Quais confortos englobam o conforto ambiental?

Os confortos que englobam o conforto ambiental, são conforto térmico e conforto acústico.

O que é conforto acústico?

O conforto acústico é quando temos um ambiente com um bom isolamento do som externo, com o interior mais silencioso e sem ecos, proporcionando um local de paz e bem-estar.