Revit, o software que revolucionou os programas de arquitetura.

Quer conhecer mais sobre o Revit? Aqui nós te explicamos tudo sobre ele e te deixamos por dentro das últimas novidades e atualizações do programa.

Acompanhe!

O que é o programa Revit?

Revit como funciona

O que é Revit?

Imagem: Autodesk

O Revit nada mais é do que mais um dos programas criados para o público de arquitetura, urbanismo, engenharia e design.

Ele foi desenvolvido pela Revit Technology Corporation (Corporação de tecnologia Revit), inicialmente chamada de Charles River Software, empresa criada fundada em 1997 e renomeada em 2000.

A Autodesk, empresa dona de programas como Autocad e 3DS Max, comprou a empresa em 2002 e o Revit passou a fazer parte do seu catálogo.

Qual a função do programa Revit?

O programa foi criado com a função de auxiliar os profissionais da área de construção e design na elaboração de projetos.

Com o Autodesk Revit é possível criar um projeto desde sua parte estrutural à parte arquitetônica, e também todos os sistemas complementares como hidráulica, elétrica, sistema mecânicos.

Por abranger diversas áreas e possuir funções variadas, o software Revit possibilita a produção de projetos e documentação consistentes e muito completos com base nos modelos.

O usuário consegue criar um modelo digital da sua edificação de forma bem precisa. Neste software, ao mesmo tempo em que o projeto 2D é desenhado o programa desenvolve automaticamente o modelo 3D junto com a lista de materiais que serão usados na construção desse projeto, ou seja, ele é um programa 3 em 1, o que otimiza o tempo de trabalho.

Como funciona o Autodesk Revit?

O Revit é um aplicativo Single-threaded, ou seja, ele é um aplicativo que usa predominantemente apenas um núcleo.

Ele funciona com o sistema BIM de desenvolvimento, isso significa que é um programa que possibilita o desenvolvimento de vários sistemas de um projeto simultaneamente.

Existem muitas configurações que podem ser feitas no programa e por funcionar através de famílias o usuário pode aproveitar as mesmas configurações, definições e componentes já definidas, em vários outro projetos.

Revit é BIM? BIM é Revit? Afinal,o que é o BIM?

Revit BIM

Revit é BIM?

Imagem: Mais Engenharia

BIM (Building Information Model), significa Modelo de Informação da Construção e/ou Modelagem de Informação da Construção. Que consiste basicamente em um conjunto de informações geradas e mantidas durante todo o ciclo de vida de um edifício.

Isso significa que todos os componentes do modelo estão interligados, então uma alteração no layout, por exemplo, é automaticamente aplicada em outras partes do projeto como cortes, elevações e vistas.

No processo de construção e manipulação de um modelo desenvolvido com tecnologia BIM, entra em vigor o conceito da interoperabilidade, isso significa que vários profissionais podem alimentar o modelo (simultaneamente, ou não) com informações.

Uma das imagens mais utilizadas para exemplificar o modelo de desenvolvimento BIM.

Mas afinal, Revit é BIM?

Não exatamente. O BIM é um método de modelagem e desenvolvimento e organização de projetos, e o Revit é um software da Autodesk que utiliza esse sistema.

Portanto o Revit é um programa que permite a criação de modelos BIM.

Quais são as principais vantagens do Revit

Quais são as principais vantagens do Revit

Quais são as principais vantagens do Revit

Imagem: Autodesk

O Revit conta com recursos específicos do setor e bibliotecas para arquitetura, mecânica, elétrica e muitas outras áreas. O programa possui funções de desenho 2D, modelagem 3D e pode ser usado para o desenvolvimento de praticamente todas as fases de um projeto.

Ele traz uma estrutura muito completa e seu sistema BIM é uma tecnologia inovadora cheia de vantagens para seus usuários.

Algumas das vantagens do Revit são:

1. Alta Flexibilidade

Diferente de outros softwares da Autodesk, como o Autocad por exemplo, que se limita a desenvolver um setor por vez, o Revit permite todos os dados de um projeto armazenados em um só arquivo.

Com isso vários usuários e áreas diferentes podem trabalhar diretamente no mesmo modelo.

2. Estimativa precisa de orçamento

Uma das novidades mais importantes do sistema BIM é o BOQ (geração automática da conta de quantidades).

Essa ferramenta produz com maior facilidade, orçamentos precisos com quantidades de materiais e produtos exatas.

Isso ajuda o contratante a determinar mais fácil e rapidamente se o projeto está dentro do orçamento.

3. Modelagem 3D BIM

O Revit possui uma ferramenta de modelagem paramétrica que é grande auxiliadora no desenvolvimento do design conceitual do projeto.

Com ela é possível criar um rascunho rápido do layout do seu projeto e instantaneamente o programa criar a modelagem 3D, com isso seus clientes já podem conferir na hora um 3D do projeto solicitado.

4. Mudanças rápidas sem precisar refazer

Qualquer projeto passa por um período de desenvolvimento e dentro desse período diversas alterações são feitas.

Dependendo do grau de alteração exigido pelo cliente, várias outras coisas precisam ser refeitas, e dependendo do software usado esse processo pode levar tempo.

Com o Revit, esse processo pode ser otimizado pois todos seus componentes estão conectados um ao outro, ou seja quando você faz alguma alteração no modelo, o software atualiza automaticamente cada componente relacionado, afetando todo o modelo.

Se você precisa fazer uma alteração de layout que altera a fachada da casa por exemplo, caso esteja usando dois softwares diferentes, um para o projeto técnico e outro para modelagem 3D, essa alteração vai precisar ser feita duas vezes.

O Revit te permite fazer esses dois trabalhos de uma só vez. Muito mais prático, não é mesmo?

Desvantagens do software Revit

A tecnologia BIM por si só já é muito vantajosa, porém, por ser relativamente nova no Brasil, ela ainda é às vezes desconsiderada por alguns profissionais já acostumados com outros softwares.

Todo software tem suas falhas e por isso pode-se dizer que considerá-lo vantajoso ou não é questão de gosto pessoal do usuário.

Existem algumas coisas que acontecem com mais frequência que podem atrapalhar um pouco, por exemplo, muitas vezes, os cortes e as vistas geradas pelo Revit a partir da planta baixa, precisam de ajustes, pois não ficam perfeitos.

Muitos usuários definem como desvantagem o fato de que, antes mesmo de começar a desenhar, para que tudo funcione, é necessário configurar diversos parâmetros.

Além de que os menus e os comandos do Revit já não são tão simples. Para conseguir aproveitar as vantagens das ferramentas que ele disponibiliza é necessário um treinamento mais aprofundado.

No geral os projetos desenvolvidos no Revit ficam prontos mais rápido. Porém, para se familiarizar e ganhar agilidade no programa leva mais tempo do que os outros programas.

Qual a diferença entre AutoCad e Revit?

Autocad é um software de classificação CAD – computer aided design ou projeto assistido por computador.

O Autocad hoje conta com recursos específicos do setor e bibliotecas para arquitetura, mecânica, elétrica e muitas outras áreas.

O programa possui funções de desenho 2D, modelagem 3D e é mais comumente usado para o desenvolvimento de desenhos técnicos.

Veja também:  O que preciso para começar a fazer Projetos de Arquitetura?

O Revit é um software BIM para arquitetura, urbanismo, engenharia e design.

Ele é um software que possui suporte a um processo de projeto multidisciplinar, para trabalhos colaborativos.

No Revit é possível fazer a modelagem dos componentes de construção, fazer a análise e simular sistemas e estruturar e integrar os projetos.

As principais diferenças entre o Autocad e o Revit são:

Autocad:

  • As etapas de desenho devem ser feitas separadamente;
  • Plantas, cortes, elevações, fachadas, cada um desses é um desenho separado que precisa ser feito do zero;
  • O comando inicial é o “LINE”, que nada mais é do que a linha de desenho. A partir dele os desenhos podem ser gerados com o auxílio de comandos como offset, trim e extend;
  • Os comandos são mais precisos e tem uma interface super simples e fácil de lidar;
  • Os desenhos são mais demorados.

Revit:

  • Partes do projeto adjacentes à planta baixa são geradas automaticamente pelo programa através de comandos e definições simples;
  • Existem comandos pré-estabelecidos. É muito mais simples desenhar portas, janelas e paredes por exemplo, pois elas funcionam como elementos que podem ser facilmente inseridos no modelo;
  • Revit facilita o desenho e otimiza o tempo do usuário;

Requisitos de sistema necessários para o software Revit

software Revit

Requisitos de sistema necessários para o software Revit

Imagem: Autodesk

Se você já trabalha com outros programas e softwares de desenvolvimento de modelos 2D e 3D, você provavelmente já tem uma ideia da importância que um bom computador tem.

Um programa tão completo e desenvolvido para a otimização do workflow deve ser usado com máximo aproveitamento e visando uma experiência mais leve e eficiente para seus usuários, existem requisitos mínimos de hardware a serem seguidos.

Por ser um software que faz vários trabalhos ao mesmo tempo, desde o simples desenho 2D ao 3D, deve-se levar como parâmetro as necessidades do serviço mais pesado que o programa faz.

Os modelos do programa Autodesk Revit costumam armazenar e lidar com uma grande quantidade de dados BIM. Por Isso é importante se certificar de que o sistema operacional consegue atender aos requisitos mínimos de sistema para um bom desempenho.

O suporte da Autodesk fornece uma lista de recomendações de sistema para a linha de produtos Autodesk Revit e enfatiza que é necessário atender a estes requisitos para garantir o alto desempenho do programa em um sistema.

Os pré requisitos mínimos para a linha Autodesk Revit 2019 são:

PLACA DE VÍDEO:

  1. Componentes gráficos básicos: Adaptador de vídeo compatível com cores de 24 bits;
  2. Componentes gráficos avançados: Placa gráfica compatível com DirectX® 11, com Shader Model 3;

SISTEMA OPERACIONAL:

  1. Microsoft® Windows® 7 SP1 de 64 bits: Enterprise, Ultimate, Professional ou Home Premium;
  2. Microsoft Windows 8.1 de 64 bits: Enterprise, Pro ou Windows 8.1;
  3. Atualização de Aniversário do Microsoft Windows 10, de 64 bits (versão 1607 ou posterior): Enterprise ou Pro;

PROCESSADOR: Processador de núcleo único ou de múltiplos núcleos Intel® Pentium®, Xeon®, ou i-Series ou o AMD® equivalente com tecnologia SSE2. É recomendada a maior taxa de velocidade de CPU possível;

RESOLUÇÃO: 1280 x 1024 pixels com true color;

MEMÓRIA RAM: 4 GB de RAM ou mais;

Normalmente suficiente para uma sessão de edição típica para um único modelo de até aproximadamente 100 MB no disco. Esta estimativa é baseada na verificação interna e nos relatórios do cliente. Os modelos individuais variam na utilização de recursos do computador e nas características de desempenho.

DISCO RÍGIDO: Mínimo de 5GB de espaço livre em disco.

É importante lembrar que essas são as configurações básicas necessárias mas não as mais recomendadas, com essas configurações será possível somente a realização de cenas simples.

Para ser capaz de executar designs ultra complexos e cenas com vários recursos avançados e rodar tudo sem problemas, as configurações recomendadas pelos próprios desenvolvedores do programa são:

PLACA DE VÍDEO: Placa gráfica compatível com DirectX 11, com Shader Model 5;

SISTEMA OPERACIONAL:

  1. Microsoft® Windows® 7 SP1 de 64 bits: Enterprise, Ultimate, Professional ou Home Premium;
  2. Microsoft Windows 8.1 de 64 bits: Enterprise, Pro ou Windows 8.1;
  3. Atualização de Aniversário do Microsoft Windows 10, de 64 bits (versão 1607 ou posterior): Enterprise ou Pro;

PROCESSADOR: Processador de núcleo único ou de múltiplos núcleos Intel® Pentium®, Xeon®, ou i-Series ou o AMD® equivalente com tecnologia SSE2. É recomendada a maior taxa de velocidade de CPU possível;

Os produtos de software Autodesk Revit utilizarão várias cores para diversas tarefas, sendo até 16 cores só para operações de renderização com realismo quase fotográfico.

RESOLUÇÃO:  

  1. Mínima – 1920 x 1200 pixels com true color;
  2. Máxima – Monitor com definição ultra-alta (4k);

MEMÓRIA RAM: 16 GB de RAM ou mais;

Normalmente suficiente para uma sessão de edição típica para um único modelo de até aproximadamente 700 MB no disco. Esta estimativa é baseada na verificação interna e nos relatórios do cliente. Os modelos individuais variam na utilização de recursos do computador e nas características de desempenho.

DISCO RÍGIDO: Mínimo de 5GB de espaço livre em disco.

Como fazer download do Revit?

Como fazer download do Revit?

Como fazer download do Revit?

Imagem: Autodesk

O Revit é um software pago que passa por atualizações anuais, ou seja, para ter sempre a versão mais recente do sistema é necessário pagar uma atualização anual.

Devido ao grande leque de programas voltados para a área da construção, e sabendo que cada projeto tem uma necessidade diferente, além claro, do gosto pessoal de workflow do usuário, a própria Autodesk disponibiliza uma versão gratuita.

Existe a versão gratuita voltada para estudantes e professores, e ainda uma versão gratuita de avaliação que tem a função de teste.

Essas versões gratuitas foram desenvolvidas como apoio inicial à seus futuros usuários. Assim é possível testar e conhecer o programa antes de adquirir ele.

Para baixar e instalar o Revit, sem precisar recorrer a versões pirateadas e crackeadas, bastas seguir 3 passos simples:

  1.     Se cadastrar no site da Autodesk;
  2.     Baixar o Revit;
  3.     Instalar o Revit e utilizar o Serial Number e o Product Key gerados pelo site.

Vamos ao tutorial:

1.      CADASTRO

Primeiramente você deve acessar o site da Autodesk (Clique aqui) e acessar sua conta no site. Caso você ainda não possua é só clicar no botão “Create account” e criar a sua conta.

Para criar a conta você vai precisar de algumas informações como:

1- País;

2- A versão solicitada (aqui você seleciona a versão de estudante);

3- Sua data de nascimento;

4- Nome e sobrenome;

5- E-mail e senha.

Com todos os dados preenchidos é só aceitar os termos de uso e clicar em “criar conta”

A Autodesk vai te enviar um e-mail para a verificação da conta. Basta entrar no seu e-mail e confirma-lo através do e-mail enviado pela Autodesk. Conta verificada? Então vamos para o próximo passo.

Para finalizar seu cadastro é necessário informar a sua instituição de ensino, sua área de estudo, e duas datas.

Veja também:  Projeto de decoração de interiores: 3 coisas que você não pode se esquecer!

A primeira data e segunda devem tem 5 anos de diferença, que é o tempo de duração da faculdade.

2.      BAIXAR O REVIT

Agora que você já criou sua conta, você precisa fazer seu login com as informações que você cadastrou no primeiro passo (Seu ID Autodesk ou e-mail e sua senha).

O próximo passo é selecionar as configurações do seu Revit. No sistema, eles disponibilizam várias versões, algumas mais antigas e as mais atuais. Para saber a versão ideal pra você é necessário ver as configurações do seu computador.

Talvez a versão mais recente seja um pouquinho pesada. As versões mais antigas podem ser mais leves e ainda assim conseguem suprir suas necessidades de projeto.

Uma recomendação é que você faça o teste com a versão mais antiga, se ele rodar bem, depois você pode ir atualizando para versões mais recentes.

Versão selecionada, você precisará informar o sistema operacional do seu computador. Para saber qual é o seu sistema operacional faça o seguinte:

1-      Vá no Menu iniciar e digite “computador”;

2-      Clique em “computador” com o botão direito e selecione “propriedades”.

A informação que você precisa estará descrita em “SISTEMA – TIPO DE SISTEMA”. Agora é só pegar essa informação e colocar em “sistema operacional” lá no site da Autodesk. O último passo é selecionar a linguagem desejada.

Com todas essas informações completas, o site te informa seu “Serial number” e “Product key” que são nada mais do que um login e senha. Agora é só clicar em “BAIXAR”.

3.      INSTALAR O REVIT

Após clicar em “BAIXAR”, automaticamente vai abrir uma janela para que você selecione um local no seu computador para salvar este download. Depois de selecionar, é só esperar completar o download.

Com o download concluído, clique para abrir o arquivo e selecione “EXECUTAR”.

Automaticamente, depois dos downloads concluídos, o software abre a uma janela para a instalação, nessa parte você só precisa clicar em “INSTALAR” e esperar mais um pouquinho.

Com a conclusão da instalação provavelmente será necessário reiniciar o computador.

Depois de reiniciar o computador e abrir o Revit, vai aparecer uma janela para licenciar, é só clicar em “EU CONCORDO” e “AVANÇAR”.

Lembra do “login” e “senha” (Serial Number e Product Key) que o site da Autodesk te deu? Esteja com ele em mãos para preencher os campos caso necessário.

Quando o programa pedir, use o Serial Number (número de série) e Product Key (Chave do produto) que recebeu no e-mail (ou anotou) e avance novamente.

Se você conseguiu seguir todos os passos, sua instalação foi concluída com sucesso.

Algumas dicas de ferramentas e truques no Revit

Algumas dicas de ferramentas e truques no Revit

Dicas e truques no Revit

Imagem: Autodesk

O Revit oferece para seus usuários uma infinidade de possibilidades e componentes e para dominá-los é necessário bastante estudo e práticas. Mas nada é muito difícil pois o Revit é um programa bem intuitivo.

Para te ajudar, temos aqui algumas dicas que podem facilitar seu trabalho.

1.  INSERIR FAMÍLIA – Desenho

Algumas famílias como paredes, níveis e eixos, são criadas a partir do painel de desenho, você determinará a forma geométrica que a família deverá ter.

2.  AGRUPE E ORGANIZE SUAS VISTAS

Quanto mais você conseguir manter a organização do seu projeto melhor será seu workflow. Por isso o Revit te permite separar, organizar, agrupar e até filtrar as vistas que forem definidas no seu projeto.

3.  USE O WORKSHARING

Se você trabalha com uma equipe, esta ferramenta deve ser sua aliada fiel. Uma das maiores vantagens do Revit é essa, a possibilidade de que vários profissionais trabalhem ao mesmo tempo no mesmo modelo. O worksharing te permite isso.

4.  PREVINA CLIQUE ACIDENTAIS

Às vezes na correria do desenvolvimento de um projeto, podemos acionar um comando acidentalmente, como por exemplo dar um duplo clique em algo que não queria. Para evitar isso basta alterar as configurações do “double-click” no menu de configurações, selecionando “do-nothing”.

5.  USE PLUGINS

Na biblioteca do Revit é possível encontrar vários plugins. Eles contabilizam o programa com vários softwares e tem como objetivo melhorar o desempenho do programa. Use eles.

Quais são os 3 tipos de famílias do Revit

Antes de qualquer coisa, você sabe o que significam as “famílias” dentro do Revit? Nós te explicamos.

O próprio Autodesk Revit define as “famílias” do programa como “um grupo de elementos com um conjunto comum de propriedades de parâmetros e uma representação gráfica relacionada”.

Um exemplo de “família” são as escadas. As diferentes escadas formam uma família e suas dimensões e variações são os chamados parâmetros.

Existem diferentes famílias, assim como existem diferentes necessidades de projeto, e por isso, as famílias são elementos personalizáveis, ou seja, elas podem ser alteradas de acordo com as necessidades do usuário.

As 3 famílias do Revit são: Famílias do sistema, famílias carregáveis e famílias do Local. Vamos analisar cada uma delas e aprender como aproveitar o máximo deste recurso.

Famílias do sistema

As famílias do sistema, como o próprio nome já diz, são famílias já existentes no sistema do programa, ou seja, elas são definidas pelo próprio Revit.

São elas: Paredes, telhados, forro, piso, guarda-corpo, rampa e escada.

Aqui não é possível a criação de novas famílias. Porém, como foi citado anteriormente, é possível editá-las.

Não se remove ou recria os parâmetros já definidos, mas o usuário pode duplicar a família e com essa duplicação fazer uma nova versão com novas configurações a partir dos parâmetros já existentes.

Por possibilitar a edição delas, o Revit nos entrega famílias bastante sofisticadas e complexas com uma grande possibilidade de combinações.

Elas ainda podem ter uma interação com outras famílias, sendo hospedeiras de outros elementos. Pode parecer um pouco confuso mas na verdade é bem simples.

A família de parede, pode hospedar outras famílias como portas e janelas. A família de forros pode receber famílias de luminárias, por exemplo.

As famílias do sistema já fazem parte do seu template, então elas não podem ser salvas como arquivos externos, nem serem criadas a partir do zero.

Famílias carregáveis

Diferente das famílias do sistema, as famílias carregáveis podem vir de fora do sistema. Elas são carregadas para o modelo através de arquivos externos, mas também podem ser criadas a partir do zero.

Ao criar uma família, o próprio usuário pode determinar os parâmetros da mesma e editá-los a qualquer momento.

Temos entre as famílias carregáveis: mobiliários, portas, janelas, coluna, vigas, luminárias entre outros.

Ao criar uma família algumas informações são muito importantes e devem ser seguidas para que as informações inseridas no modelo possam ser extraídas posteriormente, por isso parâmetros detalhados são importantes.

Em alguns projetos, saber a quantidade de alguns objetos, como uma janela por exemplo, pode ser suficiente. Porém, algumas vezes serão necessárias informações mais completas como as dimensões e a quantidade de cada material usado na confecção daquele objeto.

Veja também:  Croqui na arquitetura: para que serve, como fazer e dicas

Por isso é importante que essas informações estejam presentes nos parâmetros da família mesmo que talvez elas não sejam utilizadas. Caso se tornem necessárias, estes dados já estão parametrizados e podem ser facilmente extraídos.

Famílias no local

As famílias no local são elementos únicos criados diretamente no projeto. Mais comumente usados em situações específicas, este tipo de família tem a função de suprir uma necessidade pontual do projeto em desenvolvimento.

Aqui você adequa a família à uma necessidade do projeto. Um fator importante é que nesse tipo de família não é possível reutilizar a geometria criada em nenhum outro projeto.

Esse recurso normalmente é usado para modelar rodapés, molduras de gesso, entre outras coisas.

Sem limitações gerais, esta família é modelada diretamente no local sem maiores dificuldades.

Essas 3 são as principais famílias, elas são consideradas as únicas “famílias físicas”, isso quer dizer que seus elementos podem ser vistos em qualquer vista.

Mas ainda existem diversos outros recursos no Revit que são considerados famílias, como por exemplo:

Família de vistas – referentes às possibilidades de vistas do projeto;

Famílias de anotação – que são as informações que podem ser inseridas no projeto e que tem como objetivo auxiliar na interpretação e entendimento do projeto;

Revit para estudantes

A tecnologia BIM é considerada o futuro da profissão. Por ser um sistema com estrutura completa que supre as mais diversas necessidades do projetos, ele tem crescido com grande aceitação entre os profissionais da área da construção.

O Revit é uma das plataformas mais popularizadas dessa tecnologia, pelo menos no Brasil. Existem vários outros softwares que vem com uma proposta parecida e utilizam esta tecnologia, mas o Revit ainda é o mais usado e aceito.

Sabendo a importância do acesso ao sistema do futuro para a os acadêmicos e profissionais, a Autodesk se compromissou a disponibilizar aos estudantes o acesso à ferramentas 3D e outros recursos de seu sistema de forma gratuita.

Visando educar e inspirar as novas geração de arquitetos, engenheiros, e desenvolvedores a empresa disponibiliza, diretamente do seu site oficial, o download gratuito do Autocad, Revit, Fusion 360, 3DS Max, Inventor Professional e Maya.

Essa versão gratuita é uma licença com duração de 3 anos voltada para estudantes e professores que precisam do software desde que para uso não comercial.

É importante lembrar que essa licença não pode ser comercializada nem usada para fins comerciais, como por exemplo ser usada para dar cursos ou qualquer outra atividade com fins lucrativos.

Ela funciona mesmo como um auxílio inicial aos profissionais iniciantes e professores da área.

Baixar o Autocad Estudante gratuito disponibilizado pela Autodesk é muito fácil, basta entrar no site e fazer seu cadastro, colocando suas informações básicas e as informações da sua instituição de ensino.

Lembrando que por ser uma vantagem concedida à estudantes, é importante estar matriculado em alguma instituição de ensino superior.

Novidades no Revit 2020

A Autodesk preza muito pela qualidade de seus produtos e por isso todos os seus programas estão em constante atualização.

Normalmente seus softwares sofrem alterações anuais e para usufruir dessas atualizações os usuários precisam solicitar a atualização da sua versão anualmente.

A nova versão do Revit para o ano de 2020 promete novos recursos de software e aprimoramentos que dão suporte a modelagem consistente, coordenada e completa para os projetos multidisciplinares ali desenvolvidos.

Algumas das novidades do Revit 2020 são:

1. PAREDES ELÍPTICAS – Agora você pode criar geometrias mais avançadas com paredes elípticas e paredes de cortina;

2. COPIAR E COLAR LEGENDAS – A funcionalidade avançada de copiar e colar legendas permite copiar legendas de maneira eficiente para uso em outros locais;

3. PEÇAS COM GEOMETRIA IMPORTADA – A geometria importada (formas diretas) agora pode ser dividida em partes. Crie cortes e ajustes a partes usando as ferramentas de abertura e de corte do Revit;

4. PDF – Insira um PDF no Revit de qualquer fonte e ajuste-o ao PDF para modelar novos elementos com base nos dados 2D;

5. CAMINHO DE DESLOCAMENTO – Compreenda como as pessoas se movimentarão em um edifício ou navegue por um espaço para analisar o desempenho do projeto.

Curso de Revit

O que é Revit

Agora que você já sabe o que é o Revit e a sua a função, a importância dele para seu sucesso profissional, como baixa-lo de forma gratuita, e até já aprendeu os comandos básicos, é hora de aprofundar seus conhecimentos e colocar tudo isso em ação.

Nada melhor do que praticar para desenvolver um conhecimento e baseado nisso, nós firmamos parceria com o professor de um dos melhores e mais completos cursos de Revit existentes hoje no mercado para alavancar sua vida acadêmica e profissional.

Por ser um programa embasado na tecnologia BIM, o Revit é super completo e possibilita que o usuário desenvolva praticamente todas as etapas da criação de um projeto e seus sistemas complementares nele.

Com o curso de Revit você economiza seu tempo.

Especialize-se com o Método exclusivo passo a passo do básico ao avançado mesmo que você não tenha noção sobre desenhos de residências, e seja destaque entre os profissionais da sua área.

Desde que quem nunca teve contato com desenhos arquitetônicos ao profissional que procura aperfeiçoar os conhecimentos, o curso alcança a todos pela sua linguagem de fácil entendimento.

O melhor de tudo é que o curso é totalmente online, então você faz seus horários. Adquirindo o curso você passa a ter acesso vitalício ao conteúdo, ou seja, qualquer dúvida futura poderá ser sanada facilmente pois você terá acesso livre a todo o conteúdo.

Quer saber mais sobre o que eu você vai aprender no curso de Revit?

Conclusão

O mundo está em constante evolução, e um profissional, para estar bem capacitado precisa seguir o ritmo de evolução da tecnologia. A tecnologia BIM é a novidade do momento e veio para ficar.

Estar por dentro das novidades te coloca em posição de destaque e privilégio pois as empresas procuram profissionais atualizados e experientes.

Entendeu a importância do Revit para os profissionais da arquitetura e demais? Com a sua criatividade, conhecimento e com o curso de Revit você será destaque na sua área.

Pronto para elevar seu conhecimento nos softwares mais requisitados do mercado? Clique aqui e se inscreva.