Vray, o software que revolucionou o mercado de maquete eletrônica 3D no mundo.

Como arquiteto você tem uma visão de como seu design final vai ficar, mas nem sempre as ferramentas disponíveis suprem todas suas necessidades de representação.

Sabemos a importância da modelagem 3D para uma apresentação mais realista, que auxilia o entendimento do cliente e impulsiona a venda do projeto e com o Vray é possível visualizar modelos CAD em imagens com ambientações realistas de qualidade impressionantes.

VRay: o que é?

O V-Ray é basicamente um software de renderização, ele transforma o seu projeto 3D modelado no Sketchup, Revit, Archicad ou qualquer outro programa e renderiza em uma foto realista.

O programa está sendo desenvolvido desde 2002 pela empresa Chaos Group. A simulação realista que o programa utiliza foi inicialmente utilizada na indústria cinematográfica e na publicidade.

Posteriormente foi incorporado ao processo projetual de designers, arquitetos e engenheiros. Hoje em dia, os profissionais da área de construção são os que mais demandam softwares que correspondam especificamente às suas expectativas de trabalho.

Ele foi desenvolvido para artistas, designers e generalistas, é um software de renderização 3D que ajuda a visualizar qualquer coisa imaginável, onde é possível criar imagens fotorrealistas com as melhores ferramentas de renderização.

Para que serve o VRay?

O Vray serve para transformar a sua maquete eletrônica em uma foto realista renderizada, isso faz com que seu projeto tenha muito mais apelo visual na hora de apresentar ao seu cliente.

Voltando para a área da construção, nós precisamos achar meios de representação didáticos para que o cliente consiga entender melhor as nossas ideias e as necessidades do projeto. Para isso utilizamos dos mais diversos recursos e um deles é a modelagem 3D.

Uma das partes mais importantes de todo o processo da concepção de um projeto é a finalização com renderização, pois é com este recurso que alcançamos o alto nível de excelência com as imagens foto realistas.

Visando essa qualidade elevada e eficiência que os profissionais da construção e do design tem usado cada vez mais o V-Ray.

Sendo um dos softwares de render mais usados atualmente pelos mais diversos profissionais, o V-Ray é um plugin para ser instalado em conjunto com outros programas, tudo depende da sua área de atuação, de forma mais ampla os principais e mais usados são:

1. V-Ray para Sketchup

Com otimizações de workflow significativas e renderização mais rápida, o V-Ray é fácil de aprender e usar e possibilita renderizações rápidas e de alta qualidade, direto no Sketchup.

Possui ferramentas completas e criativas para luz, shading e render, pois foi desenvolvido pensando nos profissionais de arquitetura e design que são o público principal desta versão.

2. V-Ray para 3ds Max

A inteligência de cena do V-Ray entrega ray tracing mais rápido, sampling mais limpo e renderização mais precisa. Auxilia na criação de animações profissionais e efeitos visuais de alta qualidade.

3. V-Ray para Maya

Com o poderoso V-Ray Scene intelligence, IPR totalmente reprojetado e renderização de produção de GPU 2x mais rápida.

Ele foi projetado para aguentar seus projetos mais difíceis e maiores cenas e possui look development em tempo real. Ele foi projetado para aguentar seus projetos mais difíceis e maiores cenas e possui look development em tempo real.

4. V-Ray for Blender

Renderização acelerada por múltiplos núcleos para velocidade e escalabilidade otimizadas. O Blender é mais voltado para modelagem de jogos 3D e animações como curtas e longas.

Principais funções do VRay

Principais funções do VRay

Principais funções do VRay

O software se adapta as necessidades dos usuários e entrega diversas versões do mesmo plugin, cada uma com um foco, mas sempre mantendo um alto padrão de qualidade.

Se você ainda não conhece o V-Ray muito bem, essas são algumas das principais funções desse software:

  • As configurações do Vray possíveis para cada tipo de material são amplas e ajustáveis;
  • É possível criar novos e ilimitados materiais para aplicar nos seus projetos e configurar eles do jeito que quiser;
  • Os materiais configurados podem ser salvos para serem utilizados em outros projetos;
  • Podem ser utilizados dados de arquivos IES (Illuminating Engineering Society) disponibilizados pelas principais empresas desenvolvedoras do setor de iluminação;
  • É possível configurar o V-Ray para praticamente todos os modeladores 3D utilizados atualmente;
  • O programa consegue simular relevo, reflexo, refração nas texturas aplicadas, fazendo com que a renderização seja muito mais realista, ele usa recursos como o Vray Bump, Vray Displacement, Vray Refraction, Vray Reflection, Vray Ambient Occlusion e Vray Normal Map.
Veja também:  Teste seu computador com Benchmarck do Vray

Com todas essas funções as possibilidades no V-Ray são quase infinitas, por isso o V-Ray também é utilizado no desenvolvimento de produções cinematográficas e de jogos de grandes companhias.

Como usar o VRay?

Como usar o VRay?

Como usar o VRay?

Você utilizará o V-Ray na finalização do seu projeto. As renderizações têm como princípio de funcionamento atribuir propriedades de texturas, brilhos e transparências.

Isso transforma o desenho em uma imagem tão realista que muitas vezes pode ser confundida com uma fotografia de um ambiente já construído. É isso que o V-Ray fará por você.

O ponto inicial de todo o processo é a concepção do projeto. Com ele pronto, é necessário fazer a modelagem 3D. Você deve escolher o software que melhor supre as necessidades do seu projeto.

Na área de arquitetura o mais utilizado é o Sketchup. Após instalar o plugin você já pode começar a configurar seus materiais.

Ele já traz uma biblioteca com diversos materiais, cores e texturas, mas também existe a opção de criar novos materiais. Cada material deve ser editado e configurado para que cumpra com o objetivo de representação, como nível de refletividade, transparência, etc.

Assim feito, basta aplicar os materiais nas faces desejadas e adaptá-los, agora é só definir a cena e colocar para renderizar.

Requisitos mínimos para o uso do software V-Ray

Para uma experiência mais suave e eficiente é necessário que seu computador possua alguns requisitos mínimos de hardware.

O V-Ray requer um computador com uma placa gráfica rápida e com bastante memória, além claro, da conexão com a internet. Os requisitos mínimos são:

  • Processador de 1 GHz;
  • 4 GB de RAM;
  • 16 GB de espaço livre em disco;
  • Placa de vídeo 3D com 512 MB de memória ou mais;
  • Driver da placa de vídeo deve ter suporte OpenGL versão 3.0 ou superior atualizado;
  • Sistema operacional: Windows 7, Windows 8.1, Windows 10 (apenas versões de 64 bits);
  • Sketchup: versão 2015, 2016 ou posterior (apenas versões de 64 bits).

É importante lembrar que essas são as configurações básicas necessárias mas não as recomendadas, com estas configurações será possível somente a realização de cenas simples com poucos detalhes e edificações de porte menor.

Esta configuração não será capaz de lidar sem problemas com os recursos avançados do V-Ray.

Além disso, existem duas partes do V-Ray: Adv e RT, em que cada um usa hardware diferente em um computador.

Como o V-Ray auxilia arquitetos e designers de interiores?

dicas V-Ray

Como o V-Ray auxilia arquitetos e designers de interiores?

Deve ser uma capacidade intrínseca do profissional de arquitetura e design conseguir “enxergar” o projeto antes mesmo de colocá-lo no papel fazendo com que a criatividade se torne indissociável da atuação profissional.

Porém, algumas vezes, a visão já treinada do arquiteto é barrada pela limitação do cliente, que não consegue visualizar o resultado final e entender completamente a ideia do projeto.

Para facilitar essa comunicação nós devemos utilizar diferentes recursos de representação e é aqui que o V-Ray entra.

Pensando nessa necessidade que uma série de novas tecnologias voltadas para a arquitetura tem surgido. O V-Ray, junto com o Sketchup, tem se tornado um dos maiores auxiliares para esses profissionais.

Este software irá auxiliar os profissionais na criação de imagens com alto nível de realismo.

A aplicação na arquitetura viabiliza a ilustração dos projetos, na prática isso facilita a interação com os clientes e com a equipe de trabalho.

Com as representações realistas é mais fácil identificar a proposta e a necessidade de correções antes mesmo do início das obras.

O risco de falhas e os custos além do orçamento, portanto, são significativamente reduzidos.

Qual o diferencial do VRay?

Um dos dados divulgados pela desenvolvedora do software é de que dos 100 maiores escritórios de arquitetura do mundo, 92 renderizam com o V-Ray.

A preferência se dá devido as vantagens que o software oferece e a sua grande variedade de recursos para representação de projetos. Isso reflete na continuidade da qualidade e na fidelização dos usuários.

Eles destacam também outras vantagens de utilizar o V-Ray como:

Veja também:  Como fazer água realista no Vray

USABILIDADE

Ele é um programa fácil de aprender e de usar. Por ser bastante intuitivo qualquer usuário com um treinamento básico já consegue desenvolver belos renders.

Claro que, para ter o máximo de aproveitamento dos recursos é necessário mais do que conhecimentos básicos, e quanto mais experiência você tiver com o programa melhores serão os resultados.

Se você tiver interesse em aprender o Vray, conheça os cursos.

AGILIDADE

Os desenvolvedores prometem um menor risco de travamento, o que ajuda na agilidade e entrega uma renderização mais rápida. Isso melhora o workflow e possibilita a otimização do tempo de trabalho do usuário.

QUALIDADE

As aplicações do V-Ray são voltadas para realidade virtual. Por isso ele é usado para gerar imagens de alta qualidade e definição. O software entrega um nível de detalhamento alto e de qualidade excepcional.

Tudo isso torna o V-Ray uma ferramenta indispensável para arquitetos e designers, porém, como foi citado anteriormente, para aproveitar o máximo que o programa pode oferecer é necessário um computador com configurações bem específicas.

V-Ray para SketchUp: como funciona

Para renderizar com o V-Ray primeiro é preciso ter um software de modelagem 3D.

Utilizando o Sketchup, você deve baixar o plugin e instalar. A partir daqui temos 7 passos que você pode usar como base para desenvolver seu projeto.

  1. Inspiração;
  2. Modelagem 3D;
  3. Móveis e objetos decorativos;
  4. Texturas e materiais;
  5. Iluminação;
  6. Renderização;
  7. Pós-produção.

No primeiro passo você desenvolve sua ideia projetual e segue para a modelagem. Depois, com sua edificação “de pé” você já pode começar a dar vida ao seu projeto, aqui entra o passo número 3.

Depois de adicionar todo mobiliário e acessórios desejados, é necessário editar os materiais e texturas, um por um. Aqui você utilizará recursos como reflection, bump, displacement, refraction …etc.

Agora passamos a configurar a iluminação. Os conceitos são bem parecidos com os de fotografia.

O V-Ray traz várias opções de iluminação então independente das necessidades do seu projeto você achará o que precisa ali. Até porque um tipo de iluminação pode ser usado de várias formas diferentes, tudo depende do efeito final desejado.

Todas essas configurações bem editadas e definidas são necessárias para um render de qualidade. Mas a renderização não é o processo final.

Para facilitar e otimizar a renderização, alguns detalhes podem ser adicionados na pós-produção, feita pelo Photoshop.

Alguns detalhes como brilho, imagens de fundo, figuras humanas, vegetação e configurações de luz e cor podem ser adicionados no Photoshop e ajudam a dar a cena aspectos que humanizam ainda mais o projeto.

Configurações ideais para renderizar com V-Ray

Configurações ideais para renderizar com V-Ray

Configurações ideais para renderizar com V-Ray

Para ser capaz de executar designs bem mais complexos e cenas com vários recursos avançados, alguns detalhes são importantes.

Para rodar tudo sem maiores problemas dentro do Vray sem que ele trave, ter uma renderização eficiente e que gere gráficos de alta qualidade exige mais do que o básico. As partes que precisam de mais atenção são:

  • PROCESSADOR –  Este é o componente que mais vai influenciar no tempo de renderização, então para suprir as necessidades de projetos profissionais preze por modelos de sétima e oitava geração ou superior.
  • MEMÓRIA – A memória é importante para que você consiga trabalhar com vários projetos simultaneamente, uma boa memória torna os processos mais eficientes.

Sem contar que os softwares estão em constante atualização, e para tirar proveito dos novos recursos que surgem é necessário que seu computador tenha memória suficiente para essa atualização.

  • PLACA DE VÍDEO – Esta parte do seu computador influencia diretamente na modelagem 3D do seu projeto, quanto mais pesado for o seu projeto, quanto mais objetos e blocos colocados, mais recursos a placa de vídeo vai utilizar.

Por isso as configurações recomendadas ideais para o programa são:

  • Processador da linha Intel Core i7 ou i9 ou da linha AMD Ryzen 7 ou 9;
  • 16 GB de RAM ou mais;
  • 16 GB de espaço livre em disco;
  • Placa de vídeo 3D com mais de 4 GB de memória Nvidia CUDA;
  • Driver da placa de vídeo deve ter suporte OpenGL versão 3.0 ou superior atualizado;
  • Sistema operacional: Windows 7, Windows 8.1, Windows 10 (apenas versões de 64 bits);
  • Sketchup: versão 2015, 2016 ou posterior (apenas versões de 64 bits).
Veja também:  Vray Override Material - Para que serve e como usar?

Dicas para quem está iniciando no VRay: materiais, luz e sombras

Se você está iniciando no V-Ray agora e está tendo dificuldades, não se desespere. Preparamos algumas dicas para te auxiliar nesses primeiros passos.

  1. Se você está começando agora, coloque poucas subdivs nas configurações de render. Esta é uma dica que você verá repetidamente na internet. Isso acontece porque quanto mais subdivisões você colocar, mais a imagem vai ter qualidade, porém mais vai demorar para renderizar.
  2. Então para fazer os testes de renderização deixe a cena o mais simples possível e só coloque para renderizar a imagem completa depois de todos os testes feitos e tudo estar perfeito, assim você ganhará tempo.
  3. Outra dica importante é diminuir o tamanho da sua imagem. Não faça renderizações teste em alta resolução pois isso vai te tomar muito tempo. Use alta resolução apenas quando for fazer o render final.
  4. Preste muita atenção ao tamanho das texturas, elas devem ter escala compatível com o tamanho do objeto. Redimensione o tamanho das texturas de acordo com a distância da câmera e o tamanho do objeto.
  5. Muitas luzes podem travar seu ambiente, então cuidado! Na hora de colocar as luzes pense na funcionalidade daquilo e use apenas o necessário.
  6. Você pode configurar a cena focando em apenas uma parte, isso para os testes. No render final você usará a imagem por completo.

Curso de VRay vale a pena?

VRay vale a pena

A cada ano os desenvolvedores de softwares voltados para arquitetura lançam novos programas com novos recursos e atualizações.

Mesmo com o crescimento nas opções de softwares, o V-Ray conquistou seu lugar e é sempre destaque entre diversos outros programas.

Isso se deve ao fato dele ser um software que entrega o que promete. Ou seja, qualidade, rapidez e usabilidade. Além disso, o V-Ray ser um render compatível com vários modeladores 3D, abrangendo assim diversas áreas de atuação.

Devido as suas constantes atualizações é necessário sempre buscar conhecimento e se atualizar juntamente com o software.

O domínio do V-Ray vai depender de muita prática, estudo e testes. A medida que você for conhecendo os recursos oferecidos pelo programa vai ficar mais fácil atingir o objetivo desejado de ter renders de alta qualidade e super realistas.

Por isso é importante investir em um curso que pode te guiar de forma certeira e didática e te auxiliar a expandir seus conhecimentos no software mais usado dos últimos tempos.

-> Curso de V-Ray com desconto

Conclusão

Depois de aprender sobre como o V-Ray faz a diferença na elaboração do seu modelo e como ele pode ser uma diferencial nas suas apresentações, que tal saber mais sobre seus recursos e aprender a dominar totalmente essa ferramenta?

Para te auxiliar nessa jornada nós preparamos para você um dos cursos mais completos do mercado.

Aprenda definitivamente a renderizar maquetes realistas e a criar projetos extraordinários. Venda seus projetos com mais facilidade e se destaque entre seus concorrentes.

Com nosso Método exclusivo passo a passo do básico ao avançado você se tornará um especialista em V-Ray.

Quer saber mais sobre os nossos cursos? Clique aqui.

► QUER APRENDER MAIS?
► ACESSE:
➜ Cursos Completos: https://arquitetoleandroamaral.com/
➜ Instagram: https://arquitetoleandroamaral.com/instagram
➜ Facebook: https://arquitetoleandroamaral.com/facebook
➜ Youtube: https://arquitetoleandroamaral.com/youtube
➜ E-mail: [email protected]

Baixe gratuitamente os nossos materiais gratuitos:

BANNER-MATERIAIS-GRATUITOS

Você quer aprender a instalar o Vray gratuitamente? Acesse:

Como baixar e instalar o Vray 3.6 para Sketchup – Versão de Teste