Tipos de piso: Quais são e como escolher?

Quais são os Tipos de piso disponíveis no mercado? Escrevemos esse artigo para você que está com duvida na hora de escolher o melhor piso para o seu projeto.

Há uma vasta variedade de pisos, acabamentos, cores e formatos, isso pode dificultar qual material escolher.

Uma das maiores dúvidas é entre escolher a cerâmica ou porcelanato, por serem os modelos mais comercializados no mercado. Contudo, quero te mostrar que há vários outros modelos não tão conhecidos, que vale a pena dar uma olhada.

Veja agora os 24 tipos de piso

Cerâmica

Os pisos cerâmicos são um dos modelos mais utilizados no Brasil. Podem ser usados tanto áreas internas quanto externas, geralmente são impermeáveis, então podem ser usados em áreas molhadas.

É um material muito prático, tem boa durabilidade e a sua manutenção e limpeza é bem simples. Tudo isso faz com que esteja entre o mais usados na construção civil. Além disso, os pisos cerâmicos têm uma variedade enorme de tamanhos, cores, preços e formatos.

Sendo um dos materiais com o melhor custo benefício, e com uma ótima qualidade, porem elas são frágeis ao trafego de veículos.

Tipos de piso: Cerâmica

Para saber se a cerâmica é o tipo de piso certo para você, é preciso verificar o PEI é um índice que classifica os pisos de acordo com a resistência ao desgaste devido ao uso. Esse índice varia de 1 a 5.

PEI 0: Cerâmica usada apenas em paredes

PEI 1: Pode ser aplicada em áreas com baixa circulação de pessoas

PEI 2: Perfeita para banheiros e quartos

PEI 3: Feita especialmente para todos os ambientes sem portas externas

PEI 4: Todos os ambientes do apartamento e salas comerciais

PEI 5: Aconselhável o uso em qualquer local

Porcelanato

O porcelanato é um tipo de revestimento que tem tido destaque no mercado atual, sendo uma das opções mais utilizadas por conta da sua beleza, durabilidade e resistência.

Tipos de piso: Porcelanato

Porcelanato polido

O porcelanato polido tem uma superfície muito lisa e ainda recebe um polimento especial com uma camada protetora. É muito indicado para ambientes secos, visto que, com a baixa absorção de água ele acaba ficando mais escorregadio.

Porcelanato esmaltado

O porcelanato esmaltado é revestido por uma camada de esmalte que pode ter diferentes tipos de acabamento: liso, brilhante, fosco ou áspero, que é bastante indicado para áreas úmidas, como banheiros, ou em áreas externas, próximas à piscina, pois ajuda a evitar acidentes.

Veja também:  Projeto Hidrossanitário: Como fazer e 10 dicas de boas práticas

Porcelanato acetinado

O porcelanato acetinado é um modelo com a textura fosca e é o modelo que possui menor brilho entre os outros, é menos escorregadio e pode ser utilizado em todos os ambientes da casa. Seu material é muito resistente, inclusive a riscos, sendo também indicado para áreas externas e locais com movimentação intensa de pessoas.

Porcelanato struturato

O porcelanato struturato é a melhor opção para ambientes molhados por ter uma superfície levemente abrasiva, bastante utilizados em banheiros, piscina, saunas, decks e garagens.

Porcelanato natural

O porcelanato natural não recebe um tratamento especial como os outros, sua superfície é opaca ou matte. É muito utilizado em projetos comerciais, por ser resistente e pouco escorregadio.

Laminado

O Laminado é o piso ideal para quem procura um acabamento em madeira, mas quer economizar.

Tipos de piso: Laminado

Esse piso não se dá muito bem com a umidade. Por isso, não é recomendado para o uso em áreas molhadas (banheiro ou cozinha).

Cimento queimado

O piso conhecido como cimento queimado é aquele que tem aparência de inacabado, ideal para ambientes com o estilo rústico ou industrial. Ele é feito com uma base de cimento, areia e água e finalizado com pó de cimento.

Se feito da maneira correta, o cimento queimado é um dos tipos de piso mais resistentes.

Tipos de piso: Cimento queimado

Piso vinílico

O piso vinílico tem um acabamento que remete à madeira, mas com um valor mais barato. Produzido a partir de materiais recicláveis, ele é encontrado em versões variadas como placas, mantas e tapetes e é fabricado com resina de PVC. São indicados para áreas internas de menor tráfego.

Tábua corrida

O piso de tábua corrida também conhecido como assoalho, as tábuas são dispostas entre si paralelamente e encaixadas de forma com que fiquem bem firmes.

Ele é feito com madeira natural, portanto, não é sustentável e apresenta um custo elevado em comparação aqueles que simulam o acabamento de madeira.

Taco

Os pisos tacos tiveram o seu auge nos anos 60 e 80 e agora estão voltando com um ar retrô. As madeiras mais comuns para taco são a grápia, cumaru e ipê. Possuem um custo elevado e a manutenção é mais trabalhosa.

Parquet

O piso parquet é feito de madeira nobre e maciça, existe a confusão entre essa opção e o piso de taco, pois os tipos de placas de madeira utilizados para fazer os dois são os mesmos. O parquet é utilizado há muitos anos para revestir pisos de residências, pois a partir de suas peças é possível criar desenhos variados e sofisticados.

Tipos de piso: Parquet

Ardósia

O piso ardósia tem uma vantagem por sua durabilidade e seu baixo custo, ele também foi muito popular durante a década de 1980. Ele pode ser molhado, por isso é uma alternativa tanto para áreas internas como externas, mas é preciso tomar cuidado, pois ele é muito escorregadio.

O piso ardósia é feito de uma pedra fria, ele ajuda a aliviar a sensação de calor nos dias de verão.

Veja também: https://arquitetoleandroamaral.com/tipos-de-laje/

Mármore

O mármore é um piso frio e são recomendados para regiões mais quentes. É um piso luxuoso que também traz aspecto de limpeza e tranquilidade, porém possui baixa resistência a impactos e soluções ácidas.

Veja também:  Partido Arquitetônico x Conceito Arquitetônico: Entenda

Tipos de piso: Mármore

Granito

O granito assim como o mármore, também traz imponência e luxuosidade para os ambientes.

Os benefícios do granito é a sua facilidade de limpeza e a resistência, o que possibilita que ele seja aplicado em locais com maior fluxo, além de ser mais barato comparado ao mármore.

Silestone

O silestone é composto de quartzo, materiais metálicos, vidro e outros elementos. Ele apresenta uma alta resistência e durabilidade, porém seu custo ainda é muito alto. É indicado somente para ambientes internos, onde haja pouca exposição aos raios solares.

Granilite ou Granitina

O granilite ou granitina é uma massa de cimento misturada com pequenas pedrinhas de granito aplicadas no piso. O granilite é muito utilizado em áreas internas e externas de clubes, escolas, aeroportos.

Ladrilho hidráulico

O ladrilho hidráulico é um piso com variação de estampas e feitos de forma artesanal. O material, feito com uma combinação de pó de mármore, cimento e corantes, deixa qualquer ambiente com mais personalidade.

Tipos de piso: Ladrilho hidráulico

Seu custo costuma ser mais alto devido ao seu processo de fabricação. Porém existem cerâmicas e porcelanato que imita a aparência do ladrilho hidráulico.

Piso de pastilhas

As pastilhas são muitos atrativas e bastante usadas em revestimento de piscinas, cozinha e banheiro por serem resistente a água.

Tipos de piso: Piso de pastilhas

A instalação desse tipo de piso é bem trabalhosa, pois cada pastilha é colada uma por uma, a menos que se compre as pastilhas em placas. Entretanto, é isso o que permite a criação de um revestimento diferenciado e mais valorizado

Pedra Portuguesa

A pedra portuguesa é utilizada em calçadas, um exemplo é o calçadão de Copacabana no Rio de Janeiro. A execução do trabalho é bastante demorada porque cada pedra é assentada uma a uma.

Tipos de piso: Pedra portuguesa

Pedra São Tomé

A Pedra São Tomé é o piso mais utilizado ao redor das piscinas, pois tem baixa capacidade de absorver calor, é antiderrapante e sua resistência é muito boa.

Assoalho de Madeira

O assoalho de madeira é feito com madeira legalizada que são instaladas uma ao lado da outra. Ela pode ser feita fixando a madeira direto no contrapiso ou em cima de uma estrutura do mesmo material, chamada de barrote.

Tipos de piso: Assoalho de madeira

Piso de Vidro

O piso de vidro é uma das opções mais elegantes e diferenciadas para as casas. É indicado usar como um detalhe e não em toda a extensão de um ambiente, para evitar ficar muito pesado.

Tipos de piso: Piso de vidro

Carpete

O carpete é indicado para locais onde tem menos circulação. Oferece sensação de conforto e aconchego, mas seu ponto negativo é a sua dificuldade de limpeza, não é indicado para quem sofre de problemas respiratórios ou alergias.

Tipos de piso: Carpete

Emborrachado

O piso emborrachado é uma opção bem diferenciada para o piso de uma casa. São ótimos para casas com idosos e crianças, pois são antiderrapantes e com isolamento térmico.

Tipos de piso: Emborrachado

Resina epóxi

A resina epóxi, também chamada de porcelanato líquido ou piso 3D, é um tipo piso moderno, fácil de limpar e de superfície lisa e homogênea.

Sua aplicação é fácil pois, não exige que você quebre ou remova o piso antigo, por ele pode ser aplicado diretamente no piso já existente.

Veja também:  Como é a Vida do Estudante de Arquitetura: 9 Tópicos

Cortiça

O piso de cortiça é uma opção diferenciada que apresenta boas vantagens como sustentabilidade e isolamento acústico e térmico. Só não é indicado para quem tem animais em casa, porque eles podem danificar o seu material facilmente.

Tipos de piso: Cortiça

Bambu

O piso de bambu é muito mais resistente do que a madeira, além de já vir tratado e com acabamento de fábrica, evitando sujeira e pó durante a sua instalação.

Você ainda pode optar por tipos de piso com brilho ou fosco e também existem algumas opções de cores, a natural do bambu ou a com coloração artificial.

Perguntas frequentes

Como saber se a cerâmica é de boa qualidade?

Para saber se a cerâmica é de boa qualidade verifique se ela possui resistência a impactos e manchas, uma cerâmica de boa procedência com um bom fabricante é essencial na hora de se fazer a escolha dos melhores revestimentos.

O que é mais resistente porcelanato ou cerâmica?

O mais resistente entre porcelanato e cerâmica é o porcelanato, pois ele é exposto a uma temperatura maior na hora da fabricação.

Qual é a melhor marca de piso?

A melhor marca de piso é a Portobello e em seguida a Portinari.

Que tipo de piso colocar na sala?

O piso indicado para colocar na sala é o porcelanato, por conta da sua beleza, durabilidade e resistência.

Qual a diferença entre porcelanato e pastilha?

A diferença entre porcelanato e pastilha é que a pastilha é bem mais cara que o porcelanato, e é mais difícil de ser aplicada, fazendo com que seja mais utilizada em pequenos detalhes na parede.

Qual o tipo de piso não arranha?

O piso que não arranha é o porcelanato, por conta de sua baixa porosidade.

Qual o piso mais usado atualmente?

O piso mais usado atualmente é o de cerâmica, ele é um material muito prático, tem boa durabilidade e a sua manutenção e limpeza é bem simples. Tudo isso faz com que esteja entre o mais usados na construção civil.

Qual é o melhor porcelanato retificado ou polido?

O melhor porcelanato entre retificado e polido é o retificado por ser menos escorregadio, o polido quando molhado fica extremamente liso.

Conclusão

Você já conhecia esses tipos de piso? Esperamos ter te ajudado na hora de escolher executar a sua obra. Se você gostou compartilhe. Deixe o seu comentário abaixo. Abraços e até mais.