Partido Arquitetônico e Conceito Arquitetônico: Para que serve?

Conteúdo do artigo:

Quando vemos prédios enormes ou casas deslumbrantes, nem imaginamos do trabalho que se teve por trás, e todo este trabalho começa com o Partido Arquitetônico junto com o Conceito Arquitetônico.

No artigo de hoje irei mostrar para você estudante ou profissional de arquitetura, como funciona e para que serve o Partido Arquitetônico.

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico: O que é?

“O partido arquitetônico é o ponto de partida de um projeto”

O partido arquitetônico é todo um processo onde iremos ter uma orientação de implantação, estrutura, distribuição, e noção de espaço, este processo requer algumas etapas que deveremos analisar e levar em consideração antes de começarmos o nosso projeto.

Estas etapas são:

O clima

O clima varia dependendo da região em que você se encontra, no Brasil temos regiões que são muito quentes e outras que já atingem a temperatura de -5°C, devemos analisar qual o clima predominante do local onde iremos fazer o projeto, pois isso irá influenciar na arquitetura.

No Sul do país temos a incidência maior de casas com lareiras e isso é resultado de um inverno rigoroso que atinge a maior parte da região, já no Sudeste temos regiões quentes e por isso vemos a grande maioria das casas com ar condicionado.

Programa de necessidades

Programa de necessidades ou Briefing é o conjunto de todas as necessidades sociais e funcionais que seu cliente requer dentro do espaço a ser construído. Você irá precisar fazer um programa de necessidades para cada cliente, pois cada um tem uma necessidade ou patrimônio financeiro diferente.

Topografia

Nem sempre que você for iniciar um novo projeto arquitetônico, o terreno ou sítio será plano, em alguns casos iremos ter a presença de grandes desníveis e você pode utilizar isto ao seu favor, pois valoriza o seu projeto, como se ele estivesse integrado à natureza, mas só faça isso se for possível e não demonstrar riscos a sua arquitetura.

Implantação

Vá ao terreno ou sitio que será feito a execução do projeto, analise a intensidade de luz natural, dominância de recursos ambientais e etc.

Situação econômica

Talvez um dos momentos de conversas mais difíceis e o mais importante com o seu cliente, quanto que ele pretende gastar com este projeto. Você irá encontrar clientes que sempre fogem deste assunto, mas insista, sabendo a condição financeira do seu cliente, será possível fazer um projeto melhor e que caiba no bolso dele, pois pode acontecer casos onde seu cliente desejar um projeto capa de revista e não pode pagar por um, e também de você ter clientes de alto padrão onde você irá poder ter a total liberdade com os custos para melhor atendê-los.

Elementos construtivos

Depois de ter feito o programa de necessidade e se ter o conceito, você irá determinar quais os materiais que serão utilizados no projeto, como disse acima, a situação econômica será um reflexo nesta etapa, então se situe do quanto seu cliente poderá gastar com materiais, assim você irá ter mais possibilidades de materiais e acabamentos para sua obra.

Legislação

Existem normas e legislações que deveremos consultar antes de iniciarmos o nosso projeto, essas regras irão variar de cidade para cidade, pois cada uma rege uma lei arquitetônica vigente do município. Para ter o entendimento dessa legislação basta entrar em contato com o departamento de obras de sua cidade.

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico: Como fazer

Depois que você analisou todas as etapas acima, chegou a hora de começar a dar forma para as suas ideias, levando em conta o seu Partido Arquitetônico e conceito. Separei algumas etapas de como desenvolver o seu partido, que são:

Áreas e volumes

Se você fez um programa de necessidades bem feito, já sabe qual será as necessidades de seu cliente, quantos cômodos irão ter no projeto, o que será feito em cada ambiente, e talvez coisas mais íntimas que seu cliente deseja, como um cofre.

Separe todos os cômodos por áreas, área de serviço para cozinhas, banheiros e lavanderia, área de descanso para quartos, e área de estar para sala de jantar e estar. Feito esta separação comece a brincar com infinitas possibilidades de volumes, uma dica é utilizar programas 3D, e caso você se pergunte qual usar, eu indico o Sketchup, pois ele te dá a total liberdade de modelar estas áreas e ter perspectivas diferentes de seu projeto.

Dê volumes 

Depois de ter feito as separações de seu projeto, comece a dar volumetria para ele, atendendo a sua ideia e as possibilidades de construção, está parte é interessante, pois com ela você consegue ter uma noção de terreno, tecnologia, relações de uso e funções seguindo a hierarquia do seu projeto, e isso tudo enquanto você evolui suas habilidades no software 3D que se adequa melhor as suas necessidades.

Veja também:  8 Dicas sobre como Trabalhar com Decoração de Interiores

Compare 

Após você ter começado a dar volume para o seu Partido Arquitetônico, irão surgir variações de projetos, alguns melhores e outros piores, para saber qual melhor irá atende-lo, basta analisar qual atende melhor ou se enquadra ao seu programa de necessidades, topografia, referências e orçamento.

Esta última fase é um pouco difícil, então siga os seus instintos e faça algo que agrade ao seu cliente e o faça nunca esquecer desse projeto construído.

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico: Diretrizes com o cliente

Partido Arquitetônico

Antes de dar início a um projeto, pergunte ao seu cliente se a casa em que ele ainda mora atende suas necessidades do dia-a-dia, se o tamanho dos cômodos está bom, e peça para medir o banheiro. Caso você ainda seja um estudante, faça o programa de necessidades de 3 casas conhecidas e veja o que faltou e o que sobrou, é um ótimo exercício.

Setorização

Divida os seus ambientes que sejam associados em setores, fazendo isso você irá aproveitar melhor os espaços, facilitando e melhorando o seu projeto.

Fluxograma

O fluxograma serve para organizar as etapas de um projeto, podendo ser feito de maneira virtual pelo Lucid.

Sistema Construtivo

Tipos de Tijolo

Antes de fazer a escolha de qual tijolo que irá utilizar em seu projeto, veja qual o orçamento e necessidade de seu cliente, qual o clima predominante da região e a resistência deste material.

Para te ajudar melhor nesta decisão, separei alguns modelos de tijolo que são mais utilizados no ramo da construção.

Tijolo Cerâmico

O tijolo cerâmico é feito a partir da queima de argila, sua coloração pode variar de acordo com o seu cozimento, alternando de uma cor mais clara para uma mais escura. Este tipo de tijolo é mais utilizado como vedação de ambientes, mas existem alguns modelos para a criação de estrutura, oferecendo um bom custo benefício e conforto térmico. Outros tijolos cerâmicos também utilizados são:

  • Tijolo laminado
  • Tijolo baiano
Tijolo de Concreto

Os tijolos de concreto são utilizados em obras de grande porte, pois são mais resistentes que os de cerâmica.

Tijolo Maciço

O tijolo maciço não recebe revestimento, o que o torna visível, sendo um dos mais utilizados quando se deseja um ambiente rústico ou com decoração minimalista.

Tijolo Refratário

Bastante utilizado em locais de extremo calor, como churrasqueiras e fornos á lenha, pois ele é resistente a altas temperaturas, produtos químicos e impactos.

Tijolo de Vidro

Um dos tijolos mais utilizado na decoração, e porque contribui para que a iluminação natural entre nos ambientes.

Tipo de Fundação

Os tipos de fundação mais utilizados são as fundações rasas e as profundas, também conhecidas como diretas ou indiretas.

Fundações Rasas ou Diretas

As fundações rasas são indicadas para terrenos com o solo firme, que sejam mais argilosos do que arenoso, exemplos de fundações diretas que podemos citar são:

Sapatas Corridas: Esse tipo de fundação é feito com blocos de concreto enterrados no solo, dispensando o uso de vigas baldrames.

Sapatas Isoladas: Esse tipo de fundação é feito com pequenos blocos de concreto enterrados no solo, diferente das sapatas corridas, as isoladas necessitam de vigas baldrames apoiadas e enterradas juntas.

Fundação Radier: É um tipo de fundação fácil de ser aplicada, pois é simplesmente criada uma base de concreto embaixo de toda a construção.

Fundações Profundas ou Indiretas

Estacas: Utilizadas em terrenos mais instáveis, em que será feita construções de até dois pavimentos.

Tubulões de Concreto: Utilizadas em construções de grande porte e com terrenos instáveis.

Número de Pavimentos

Segundo o dicionário o pavimento é o recobrimento do chão de uma rua, estrada ou das partes de uma construção e cada um dos andares de um edifício. Na arquitetura os prédios são classificados pela quantidade de andares que contêm e cada andar seria um pavimento, existindo construções de 1 único pavimento e outras com mais de 100.

Formato da Planta

Em um projeto teremos tamanhos mínimos que deveremos respeitar, que podem variar de cidade para cidade, faça os cálculos da área do projeto antes mesmo dele estar pronto, normalmente a medida mínima será de:

  • ,8 até 1,5 para áreas de circulação
  • 1,5 para banheiros e closets
  • 3 para quartos, salas, cozinha e garagem

Implantação de Terreno

Como é Criado um Terreno?

Desmembramento

O desmembramento é quando dividimos um terreno em dois, para ser feito esta divisão um profissional certificado pelo Crea e com RRT, deverá fazer a medição deste terreno, e preparar um projeto com o memorial descritivo, para ser enviado para analise e aprovado pela prefeitura ou órgãos ambientais e em seguida realizar a abertura de matrícula do terreno no cartório de imóveis.

Remembramento /Unificação

O remembramento é quando fazemos a unificação de um terreno, o tornando em um único lote, e para termos o registro desta fusão um profissional certificado pelo Crea e com RRT, deverá fazer a medição deste terreno, e preparar um projeto com o memorial descritivo, para ser enviado para analise e aprovado pela prefeitura ou órgãos ambientais e em seguida realizar a abertura de matrícula do terreno no cartório de imóveis.

Loteamento x Condomínio

A diferença de um loteamento para um condomínio, é que o lote será totalmente seu, podendo ser feito construções em todo o seu limite, enquanto o condomínio você terá uma fração deste terreno, pois nele será construído áreas de uso comum, e por conta disso você deverá contratar um profissional habilitado pelo Crea e RRT para que ele faça o projeto com memorial descritivo da pavimentação, drenagem, iluminação pública, rede de água, rede de esgoto e topografia somente da sua parte do terreno, para depois ser feito o envio para análise e aprovação da prefeitura, órgãos ambientais e concessionarias e em seguida realizar a abertura de matrícula do terreno no cartório de imóveis.

Veja também:  Melhor Programa para Arquitetura: Qual é? Veja 4 pontos

Terreno: Atenções

Antes de garantir para o seu cliente que o projeto terá alvará de construção, se certifique se o terreno está regularizado. Você pode pedir na prefeitura uma certidão negativa de débitos do terreno, para saber se está tudo certo, para só depois emitir o alvará.

Confira no cartório de registros se o terreno está registrado.

Caso você tenha um cliente que ainda não possui um terreno, você pode cobrar para o ajudar na escolha.

Terreno

Desenhos

Faça o desenho do terreno com as linhas de recuos obrigatórias, isso facilita a setorização.

Terreno Pequeno

Para terrenos pequenos eu recomento usar claraboia e fosso de luz.

Terreno: Níveis

Terreno plano

É quando se está no mesmo nível da rua

Terreno em Declive

Chamamos de declive quando o terreno está abaixo do nível da rua

Terreno em Aclive

O terreno está em aclive quando se encontra acima do nível da rua.

Acessos

Verifique quais serão os pontos de acessos para este terreno, lembre-se de seguir as normas sobre calçadas para que não tenha problemas no futuro.

Formato da Cobertura

A cobertura da sua construção poderá ser formada por diferentes tipos de telhados e um telhado é dividido em águas, estás águas tem a função de fazer a água escorrer e sua quantidade vai depender do tamanho da casa e outras características.

Custos

Para se poder trabalhar com mais estabilidade verifique se o seu cliente vai utilizar capital próprio para o pagamento do projeto, ou se irá financiar, caso ele não tenha dinheiro o suficiente você pode sugerir de diminuir a planta, diminuir o padrão da construção, ou construir por etapas.

Briefing de arquitetura

O Briefing é um conjunto de informações sobre a edificação a ser projetada, como ela será usada e para qual finalidade ela será construída. É aqui que você vai fazer a melhor entrevista com o cliente e de preferência que seja presencialmente, vai entender os desejos, os sonhos, as necessidades e o dinheiro disponível para executar o projeto.

É ele quem vai te orientar sobre como projetar, divisão e tamanho dos ambientes, materiais usados na construção, tipos de fachada, método construtivo. O briefing deve reunir todas as ideias que o cliente tem para o projeto. Ele vai servir como um manual de instruções para quem for projetar, seja você ou a sua equipe.

E para você que acompanhou até aqui, eu tenho um checklist com 53 Perguntas para te ajudar na elaboração do seu Briefing de Arquitetura com o seu cliente. Para baixar, acesse.

Checklist de Reforma

Quando for fazer a reforma de uma residência faça a verificação de:

  • Dimensões do perímetro do cômodo
  • Pé direito
  • Dimensões das esquadrias (Largura x Altura x Peitoril)
  • Vigas (Projeção)
  • Pilares
  • Diagonais
  • Pontos elétricos / Pontos hidráulicos
  • Desníveis
  • Gesso ou Laje
  • Materiais de acabamento
  • Mobiliário (quando necessário)
  • Fotos
  • Vídeos
  • Orientação solar

Partido Arquitetônico: Diretrizes com Reguladores

Código de Obras

O código de obras é um documento que determina normas técnicas para todo tipo de construção realizada no município.

O seu objetivo é garantir o conforto ambiental, a conservação de energia, a acessibilidade de pessoas com a mobilidade reduzida, entre outros fatores que contribuem para o bem-estar da área urbana e rural de um município.

Sempre verifique os tamanhos mínimos permitidos, com uma atenção para:

  • Áreas Mínimas
  • Pé direito
  • Circulações
  • Aberturas de Ventilação e iluminação

Plano Diretor

É um documento que define a política de desenvolvimento de um município. Isto é, um dos seus principais objetivos é orientar o poder público e a iniciativa privada na construção dos espaços urbanos e rurais, uma orientação oriunda de um plano definido para o desenvolvimento do município.

Garantindo o bem-estar e segurança da população durante o crescimento das cidades. Com isso, a altura máxima de uma obra naquele local, a taxa de ocupação e o coeficiente de aproveitamento são algumas das informações encontradas no documento.

É certo que cada município tem seu próprio Plano Diretor, que é sujeito a modificações de acordo com os anos. Por isso, é importante que arquitetos e profissionais ligados à construção civil estejam sempre atentos às atualizações do documento.

Se informe sobre:

  • O uso e ocupação do solo
  • Questões sanitárias

Bancos

Os bancos podem ajudar no orçamento da sua construção de duas formas:

Financiamento

O financiamento residencial é destinado para quem deseja ter a casa própria, terminar uma obra que já está em andamento ou até aumentar a própria casa. Você vai pegar o dinheiro que precisa e depois o pagará para o banco em parcelas.

Podendo usar o dinheiro para aumentar a casa, trocar os pisos, reformar o telhado, entre outras finalidades. Dependendo do tipo de financiamento, o valor pode ser usado para a compra de materiais ou pagamento de pedreiro.

Empréstimo

O empréstimo é um ato onde o banco empresta dinheiro para o cliente, mediante ao pagamento dentro de um prazo determinado com o acréscimo de juros.

Conceito x Partido Arquitetônico: Qual a diferença

Conceito Arquitetônico: O que é?

Segundo o dicionário, conceito arquitetônico é a percepção que alguém possui sobre algo, e na arquitetura não é diferente, o conceito se trata sobre qual a nossa ideia, intenção e quais sensações queremos transmitir com o nosso projeto pronto. Por se tratar de ideias, palavras, pensamentos e opinião, esta etapa acaba se tornando um pouco especulativa, pois cada pessoa terá uma reação diferente com o seu conceito.

Partido Arquitetônico: O que é?

O Partido Arquitetônico é tão extenso que fizemos este artigo só para falar sobre ele, pois ele se trata de um conjunto de etapas que serão analisadas antes da concretização de um projeto arquitetônico e urbanístico. Existem profissionais que fazem o Partido Arquitetônico por escrito, mas a maioria se expressa por maquetes, pois ela é mais fácil de ser compreendida.

Veja também:  Instalações Prediais: O que é? 4 dicas sobre como fazer

Conceito Arquitetônico: Como desenvolver?

O conceito arquitetônico é talvez a parte mais importante de um projeto, pois ela refletirá todo o resto, reuni a seguir dicas que irão te ajudar a desenvolver esse conceito.

Viagens

Viaje sempre que puder, assim você irá ter novas experiências e verá novos estilos de arquitetura, caso não seja possível fazer uma viagem de imediato, faça passeios virtuais, isso te permite visitar os 4 cantos do mundo no mesmo dia.

Conceito sólido

A maioria das teorias de como se fazer um conceito indicam que você misture ideias de diferentes lugares, e o que eu te indico é se basear em um conceito sólido, fazendo isso será mais fácil para você criar o seu conceito, pois suas referências já são existentes.

Semelhança

Busque referências, que se assemelham ao que você tenha em mente, não podemos pensar em imagens que nunca vimos.

Arte x Pastiche

Devemos ter o cuidado ao procurar referências, pois podemos acabar fazendo cópias involuntárias, resultando em projetos não autênticos.

Similitude

Procure referências que possuem relação de similitude entre si, René Magritte fazia uma comparação bastante interessante com ervilhas, todas possuem uma similitude, mas elas não são todas iguais.

Estética

Se dedique um pouco mais a estética do seu projeto, pois ela será a responsável por aguçar os sentidos das pessoas, prédios enormes e casas deslumbrantes ficam guardadas na memória, não existe uma arquitetura sem aparência, um lugar que você entre e te faça reparar nas cores, luzes, texturas, cheiros, espaços e pessoas será um projeto muito bem sucedido.

Dimensão histórica

Nos dias de hoje vivemos entre diferentes tipos de arquitetura com idades diferentes, um homem comum os enquadra como modernos e antigos, ele não saberia dizer se o prédio antigo é renascentista ou barroco, se o prédio moderno é brutalista ou mais contemporâneo, sabendo da dimensão histórica é possível que você resgate identidades e detalhes do passado.

Veja a seguir estilos diferentes que marcaram ao longo dos anos e irão te ajudar a desenvolver o seu conceito.

Renascentismo

O renascentismo surgiu na Itália, e seu conceito era baseado em técnicas, ideias e temas utilizadas durante a antiguidade greco-romana, com o foco na arte, ciência e filosofia, o que influenciava a favor do arquiteto, pois ele era considerado um mestre dos desenhos e mago das aparências.

Partido Arquitetônico

Barroco

No barroco a igreja e estado possuíam o poder, suas arquiteturas e obras eram exageradamente ricas em detalhes, transmitindo exuberância e grandeza.

Partido Arquitetônico

Ecletismo

O Ecletismo é um estilo arquitetônico onde o arquiteto não dominava tão bem as técnicas construtivas, e começa a se fazer a mistura de elementos históricos passados, para criar algo novo e original.

Partido Arquitetônico

Moderno

A empreitada do movimento Moderno foi uma das que mais obteve resultado na arquitetura ocidental, pois conseguia unir funcionalidade e tecnologia, resultando em um código estético que agradava a maioria, formando um estilo utilizado internacionalmente.

Partido Arquitetônico

Pós modernismo

No pós-modernismo, a arquitetura está mais distante do sujeito, refletindo a nossa atualidade, lugares tão grandes, mas vazios, que não são feitos para o povo, com pessoas se comunicando com mais frequência, mas que não se veem.

Partido Arquitetônico

O amanhã

Com o avanço da tecnologia e globalização é provável que nunca mais teremos um estilo internacional, pois a diferença de países ricos e pobres são enormes. Vivemos tanto o virtual, que o espaço real não importa tanto como no passado, e a esperança é que nasça uma nova ordem arquitetônica, que faça do mundo um lugar melhor a todos que vivem nele.

Partido Arquitetônico

Partido Arquitetônico

Perguntas Frequentes:

O que é o partido de um projeto?

O partido arquitetônico de um projeto é um estudo detalhado que o arquiteto faz antes de o projeto começar a ser pensado.

O que é conceito na arquitetura?

Segundo Bernard Leupen, o conceito na Arquitetura expressa a ideia subjacente no desenho e orienta as decisões de projeto em uma determinada direção, organizando e excluindo as variantes.

O que é conceito no design de interiores?

O conceito no design de interiores é algo que guiará o profissional a fazer um espaço que se enquadre melhor dentro dele, ligando todos os elementos do projeto a ele.

Como escolher o conceito de um projeto?

A melhor maneira para escolher o conceito de um projeto é desenhar e anotar as ideias que você tiver, todas as ideias podem se tornar em conceitos e serem usadas em um projeto.

Quais as fases de um projeto?

Existem 4 fases principais para um projeto, que seriam somente a ponta do Iceberg pois englobam muitas outras subfases que devem serem feitas, as 4 fases genéricas de um projeto são a iniciação, planejamento, execução e encerramento.

Para que serve o projeto de interiores?

O projeto de interiores tem a função de trazer uma melhor qualidade de vida para seu cliente, utilizando melhor o espaço, mais ergonomia e muitos outros detalhes que refletem no conforto e usabilidade, a decoração é somente a cereja do bolo de um projeto.

Conclusão

Cada profissional ou professor descreverá o partido arquitetônico de uma forma, mas que no final todas se encontram, esta é a minha visão e a que eu coloco em pratica nos meus projetos, espero que este artigo possa ter te auxiliado a fazer um partido arquitetônico, resultando em um projeto excelente. Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe nos comentários, irei pessoalmente te responder.

Abraços e até mais.