O que é planta de situação, como fazer e diferenças de planta de localização?

Em um projeto de arquitetura é comum confundir etapas e plantas, pois são muitas em questão. Você sabe qual é a função de cada uma delas? Não?

Neste artigo, esclareceremos suas dúvidas, mostraremos em detalhes o que é planta de situação, os 4 passos básicos para desenvolvê-la e aplicá-la corretamente no seu projeto arquitetônico.

O que é planta de situação?

planta de situação 01

Planta de situação é um documento que traz a localização do terreno dentro de uma área, com medição precisa.

Mostrando as dimensões e arredores de onde o projeto será executado. Ela faz parte do anteprojeto e pode ser representada em formato 2D. Contudo, podemos dizer que a planta de situação oferece uma visão superior da edificação.

Também a planta de situação apresenta todas as quadras, lotes e ruas que estão por perto, o que facilita localizar qualquer lugar, com o terreno de referência.

Nas zonas rurais precisa também de todas as vias de acesso, ou seja, tudo que está nas proximidades, como, riachos, estradas, matas, pontes e dentre outros.

Lembrando também que é um documento de visão esquemática, isto é, não possuem muitos detalhes, como, muros, vegetações. O desenho é simples apenas da área, com formato dos lotes números.

Veja também: Taxa de Ocupação: o que é, como calcular e normas

Planta de situação e localização: diferenças

planta de situação 02

FONTE: https://miro.medium.com/

Muitas pessoas confundem planta de situação com planta de localização. A planta de localização por sua vez, tem a função de localizar a construção – que pode ser prédios, casas, e dentre outros – tudo dentro da área do terreno.

A grande diferença da planta de situação para a de localização é que quando uma é para localizar apenas o terreno de forma simples e sem detalhes, a outra, é para mostrar partes do recuo de uma construção, com alguns detalhes.

Mostrando então, caimento de telhados, largura da circulação da área de serviços e anexos da casa, projeção do telhado, etc.

Veja também:  Projeto executivo na arquitetura: o que é, o que deve conter e como criar

Para que serve a planta de situação?

planta de situação 03

A planta de situação serve para determinar a localização de um terreno em uma área, serve também para localizar certo terreno e também situar em uma área, tornando o terreno como referência.

A sua representação simplificada, é na vista superior do lote, apresentando o nome das ruas, volumetria dos lotes vizinhos. Também deve apresentar as dimensões e formato do lote onde se está construindo.

Pode também mostrar um esboço do quarteirão onde o terreno está situado e pedaços dos quarteirões vizinhos.

Planta de situação como fazer em 4 passos?

planta de situação 04

A planta de situação precisa seguir alguns passos básicos e importantes, dependendo de cada prefeitura.

Segue a lista dos passos básicos para fazer uma planta de situação:

1. Consultar plano diretor da cidade

O primeiro passo para fazer a planta de situação é estar de acordo e a par de todas as exigências do plano diretor da sua cidade, essa informação você consegue na prefeitura.

Nele irá mostrar quais são os recuos mínimos e obrigatórios, se há alguma reserva ou área de preservação por perto e etc.

2. Determinar escala

O segundo passo é determinar a escala, as escalas mais utilizadas são as de: 1/2000, 1/1000, 1/500.

A escala que é usada na planta de situação é sempre bem maior do que aquelas plantas baixas tradicionais, também pode variar de acordo com o tamanho do terreno.

Veja também: Escala Arquitetura: como calcular escala de desenho técnico?

3. Incluir informações de acordo com a ABNT

Como sempre devemos seguir as regras e normas para não ter futuros problemas, as exigências da NBR 6492, definidas pela a Associação Brasileira de Normas Técnicas.

4. Usar Google Maps, AUTOCAD ou faça Manualmente

Finalizando com o quarto passo, depois de juntar todas as informações acima, comece a criar e desenhar a sua planta de situação.

Interessante que nesse quesito, existem muitas possibilidades, é possível usar softwares capacitados em questão, como o AUTOCAD, também pode usar o Google Maps para se situar e fazer manualmente, como antigamente era feito.

Veja também: AutoCAD: O que é, o que faz e para que serve?

O que deve constar na planta de situação?

planta de situação 05

Quando um arquiteto executa as plantas de situação em um projeto de prefeitura, é obrigado a indicar a orientação do terreno e, consequentemente, a da construção.

Portanto, as plantas de situação devem conter:

  • Dimensões do terreno – testada, profundidade e linha de fundos;
  • Afastamentos frontais e laterais, recuo ou investidura.
  • Linhas de contorno das construções existentes em lotes contíguos e sua numeração; se não houver numeração, assina-se a distância ao prédio ou à esquina mais próxima;
  • Dimensões do passeio e do logradouro;
  • Orientação.

Também seguindo as normas da NBR 6492, como já falamos, a planta de situação deve conter:

  • Simbologias de representação gráfica;
  • Curvas de nível existentes e projetadas, além de eventual sistema de coordenadas referenciais;
  • Indicação do norte (orientação do lote e da edificação);
  • Nome das vias de acesso, arruamento e logradouros adjacentes com os respectivos equipamentos urbanos;
  • Indicação das áreas a serem edificadas, com o contorno esquemático da cobertura das edificações;
  • Denominação dos diversos edifícios ou blocos;
  • Construções existentes, demolições ou remoções futuras, restrições e recuos;
  • Escala do desenho;
  • Notas gerais, desenhos de referência e carimbo.
Veja também:  Faculdade de Arquitetura: 5 Coisas que você precisa Saber

Veja também: Aprovação de Projeto de Prefeitura: 11 Documentos pedidos

É correto afirmar sobre a planta de situação:

planta de situação 06

Separamos uma lista do que é correto afirmar sobre a planta de situação:

  • É a representação do lote dentro da quadra;
  • Também indica a rua, e volumetria dos lotes e a numeração do mesmo.
  • É possível se situar através do terreno referência.
  • Ter todas as vias de acesso seja áreas urbanas ou rurais.

Veja também: Desenho arquitetônico: o que é, normas e principais softwares

Memorial descritivo e planta de situação do imóvel usucapião: importância

planta de situação 07

FONTE: https://archiurban.files.wordpress.com/

Entre tantos documentos necessários para ingressar com um pedido judicial de usucapião, estão a Planta de Situação do imóvel e o Memorial Descritivo.

Primeiro é preciso entender, o que é Usucapião? Entende-se que a Usucapião é um meio de aquisição de propriedade móvel ou imóvel pela posse prolongada e ininterrupta, durante o prazo legal estabelecido.

Como já sabemos, a Planta de Situação é uma representação da vista superior esquemática, que mostra o imóvel e sua zona de entorno, poucos detalhes.

Já no Memorial Descritivo são descritos as medidas do imóvel, suas coordenadas geográficas, vértices com azimutes e seus confrontantes, muitos detalhes.

Só terá valor jurídico se forem realizados por profissionais legalmente habilitados, devidamente registrado no CREA / CAU e obrigatoriamente acompanhado da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT).

É muito utilizado em ações judiciais e extrajudiciais.

Veja também: Memorial Descritivo: O que é, para que serve e quais os 7 tipos?

Etapas do serviço

É possível dividir em 7 etapas de serviço:

Vistoria do imóvel

Nessa vistoria é feita uma análise detalhada sobre as condições do imóvel. Pontos hidráulicos, elétricos, pisos, paredes, portas e até mesmo a pintura do imóvel.

Identificação das coordenadas e vértices

As coordenadas do vértice podem ser adquiridas através de fórmulas que envolve os coeficientes da função do segundo grau.

Identificação dos confrontantes

Estabelece os requisitos da matrícula, as quais são a física (denominação do imóvel rural), a pessoal (nome do titular de direito ou proprietário) e finalizando com a tabular (transição ou informação do que não possui registro).

Medição da edificação

A medição precisamente certa do edifício imóvel.

Elaboração da Planta de Situação

planta de situação 08

Essa é a etapa de criação da planta de situação, como falamos acima, com poucos detalhes, somente os necessários.

Veja também:  Como vender Projeto de Arquitetura: 1 Técnica Poderosa

Elaboração do Memorial Descritivo

Também a etapa de criação do memorial descritivo, com todos os detalhes importantes, claramente descritivos.

Emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT)

E por fim a emissão da nota de responsabilidade técnica que é obrigatório, ela só é gerada por um profissional qualificado.

Planta de situação e planta de cobertura

planta de situação 09

A planta de situação e planta de cobertura são coisas diferentes.

É comum muitas pessoas confundirem, mas têm muitas diferenças, a Planta de cobertura é a representação da projeção superior da edificação em um plano horizontal.

Isto é, um desenho técnico que representa tudo que é possível enxergar quando olhamos uma construção de cima, levando em conta a cobertura (telhado) e as informações de acabamentos, sistema de recolhimento e escoamento das águas pluviais.

Veja também: Projeto Hidrossanitário: Como fazer e 10 dicas de boas práticas

Exemplo de planta de situação        planta de situação 10

FONTE: https://files.passeidireto.com/

Separamos essa imagem de exemplo para você analisar e se basear como deve fazer a sua planta de situação.

Lembrando também que é necessário seguir todas as regras distintas acima nesse artigo, assim você garante sucesso e clientes satisfeitos.

Conclusão

Concluímos que tanto a planta de situação quanto a de localização são desenhos importantes na hora de aprovar seu projeto no município, também os memoriais descritivos como usucapião também, os laudos técnicos, entre outros documentos.

Também é imprescindível que você consulte o Plano Diretor e o Código de obras da sua cidade, ou onde está construindo e ver qual o check list de itens que seu desenho deve ter.

Achou interessante nosso artigo? Deixe seu feedback abaixo nos campos de comentários para nós sabermos como está saindo seu aprendizado. Abraços e até mais.

Quer aprender mais?
Aprenda a desenhar, fazer modelagem 2D / 3D e a renderizar projetos de arquitetura.

Faça o Curso de AutoCAD e Sketchup online