Instalações Prediais: O que é e quais os 4 benefícios para o seu projeto de arquitetura?

Conteúdo do artigo:

Descubra maneiras e dicas simples sobre como fazer as instalações prediais de água, esgoto, águas pluviais, energia elétrica, prevenção e combate a incêndios e telefone.

Como executar cada parte fundamental do projeto de arquitetura? Entenda o que é, o conceito e exemplos na prática dos melhores e possíveis benefícios das instalações prediais.

Entenda também a importância do uso das normas ABNT, além das formas corretas de instalação e como fazer leituras e interpretações críticas do projeto – que devem ser claramente descritivas, evitando erros e dor de cabeça desnecessária.

O que é uma instalação predial?

instalações prediais o que é

FONTE: https://proluzeletrotecnica.com.br/

As instalações prediais são integradas ao sistema construtivo proposto pelo projeto de arquitetura, de forma harmônica, racional, tecnicamente correta e devidamente escondida.

Ou seja, por trás das paredes, por dentro das lajes, pelo chão e também acima do forro, muitos tubos e fiações ficam ocultos, e fornecem à sua casa água e energia, e o esgoto que levam os resíduos para o exterior.

Quando se pensa em construir são indispensáveis os projetos de instalações prediais, que evitam inúmeros erros. Quando o assunto é instalações, além de um bom projeto é necessário materiais de qualidade comprovada, pois os reparos nos sistemas prediais sempre apresentam custos elevados.

Então não precisa gastar com reparos quando se tem um projeto bom e materiais certamente indicados.

Instalações Elétricas

instalações prediais elétricas arquitetura

FONTE: https://www.festo.com/

A instalação elétrica corresponde à implementação física dos componentes das ligações elétricas, a conexão entre a fonte geradora de energia elétrica e as cargas elétricas.

O que é projeto de instalações elétricas prediais? É a reunião das informações das instalações elétricas, que é composta por tabelas de informações, diagramas elétricos e símbolos das instalações elétricas. Portanto, é superimportante estar de acordo com as normas, para a segurança do cliente.

A segurança é um fator muito importante e o projeto das instalações elétricas colabora para que a segurança seja garantida, contendo todos os parâmetros de segurança que devem ser adotados.

Não é simplesmente algo inusitado, é algo planejado e decorrido de forma exata para não haver erros futuros.

Veja também: Projeto Elétrico Residencial simples ou completo: Como fazer?

A instalação elétrica deve ser dividida nas seguintes partes:

Infraestrutura da instalação elétrica:

São os eletrodutos, caixas de passagem, caixa de medidores, fixadores para cabos, bandejas elétricas, leitos elétricos, eletrocalhas, suportes e etc.

Medição e proteção:

É composta por todos os medidores, disjuntores, fusíveis e relés que monitoram e protegem as instalações elétricas.

Cabeamento:

Os condutores encarregados por conectar a fonte a as cargas elétricas, como equipamentos elétricos e eletrônicos, motores e etc.

Controle:

É a parte dos interruptores para o sistema de iluminação, sensores para automatização ou sistemas para controle de uma bomba de piscina. Sua função é acionar e desacionar cargas.

As instalações elétricas são classificadas em:

tipos instalações elétricas prediais

Instalação em tensão reduzida ou extra baixa tensão.

É a instalação que opera com tensão elétrica nominal menor ou igual à 75V em corrente contínua, ou menor ou igual à 50V em corrente alternada. Ou seja, de tensão reduzida.

Instalação em baixa tensão (BT).

É a instalação que opera com tensão elétrica nominal superior à 75V e menor ou igual à 1500V em corrente contínua, superior à 50V e menor ou igual à 1000V em corrente alternada.

Instalação em alta tensão (AT).

Instalação de alta tensão, é a instalação cuja tensão excede os valores definidos para baixa tensão, podendo atingir várias centenas de kV.

Vantagens das instalações elétricas prediais

  • Dimensiona quantidades necessárias e suficientes de iluminação e pontos de tomada para cada cômodo;
  • O memorial descritivo dimensiona com precisão os eletrodutos, conduítes, e disjuntores;
  • A lista de material fornece a quantidade exata de cabos e demais materiais;
  • Reduz significativamente as contas de luz.

Instalações Hidráulicas Prediais

instalações hidráulicas prediais arquitetura

FONTE: https://www.guiadaengenharia.com/

As instalações hidráulicas prediais em uma edificação compreendem subsistemas para a correta captação, transporte e armazenagem de fluidos.

Constitui o sistema as instalações de água fria, instalações de água quente, instalações de esgoto sanitário, instalações de água pluvial e combate a incêndio.

Veja também: Projeto Hidrossanitário: Como fazer e 10 dicas de boas práticas

O que é uma instalação hidrossanitária?

É o conjunto específico de tubos, conexões, peças e equipamentos implantados em uma edificação e que viabilizam: A alimentação. O acondicionamento. A distribuição de água fria ou quente.

Vantagens das instalações hidráulicas prediais

  • Permite detectar vazamentos com facilidade e viabiliza a manutenção preventiva;
  • Adequa os equipamentos hidráulico-sanitários;
  • Garante o fornecimento de água de forma contínua, em quantidade, pressão e velocidade adequadas;
  • Reduz significativamente as contas de água.
Veja também:  O que preciso para começar a fazer Projetos de Arquitetura?

4 Benefícios do Projeto de Instalações Prediais

benefícios do projeto de instalações prediais

1. Economizar nas contas de água e luz

Materiais errados ou de qualidade péssima, emendas mal feitas, tubos e equipamentos instalados errados, tudo isso são exemplos de desperdício de água e luz, por isso o projeto elaborado traz segurança e economia nas contas.

Veja também: Briefing de Arquitetura: Como fazer em 6 Passos + 1 Presente

2. Evitar desperdício de materiais durante a obra

É possível evitar esse erro e também pensando na sua economia na compra de materiais exatos com qualidade, isso é simplesmente consequência de um bom projeto, planejado e executado com orçamento descritivo e prático.

instalações prediais benefícios projeto arquitetura

3. Evitar problemas futuros com instalações mal projetadas

O projeto é o responsável por não ter problemas e dor de cabeça futuramente, pois ele é descritivo em todos os quesitos e é sempre pensando no conforto e segurança do cliente, com certeza complementando os demais projetos com um acompanhamento de um profissional qualificado prontamente para responder qualquer dúvida.

4. Facilidade em futuros reparos

Com um projeto na mão é possível fazer reparos e reformas tranquilamente, pois se eventualmente houver necessidade de alguma alteração será pelo projeto a decisão quebrar alguma parede ou simplesmente um furo simples.

Instalações Prediais para Projetos de Arquitetura

instalações prediais projetos arquitetura

É superimportante as instalações prediais estarem ligadas aos projetos de arquitetura, pois integrado harmoniosamente aos demais projetos permitirá fácil operação e manutenção das instalações.

Assim é possível evitar surpresas indesejadas no decorrer da execução do projeto ou também no final, que certamente é a pior descoberta.

O controle é necessário para que as outras partes dominantes sejam conduzidas corretamente, isso inclui tubulações instaladas exatas, posições planejadas para quem quer construir ou reforma um apartamento ou residência para aproveitar bastante espaço.

O profissional é responsável para ligar todos os projetos em só um, apresentando facilidades ao cliente e garantindo zelo e uma longa vida ao imóvel.

Veja também: Como Ser Um Arquiteto De Sucesso

Instalações hidráulicas prediais de água fria

instalações hidráulicas prediais água fria

Uma instalação predial de água fria, ou seja, temperatura ambiente é o conjunto de tubulações, equipamentos, reservatórios e dispositivos, destinados ao abastecimento dos aparelhos e pontos de utilização de água da edificação.

Na norma, as instalações prediais de água fria tem que  ser projetadas de modo que, durante a vida útil do edifício que as contém, atendam aos seguintes requisitos:

  • Preservar a potabilidade da água.
  • Garantir o fornecimento de forma contínua, em quantidade adequada e com pressões e velocidades compatíveis com o perfeito funcionamento dos aparelhos sanitários, peças de utilização e demais componentes.
  • Economia de água e energia.
  • Manutenção fácil e econômica.
  • Evitar níveis de ruído inadequados à ocupação do ambiente.
  • Gerar conforto aos usuários, prevendo peças de utilização adequadamente localizadas, de fácil operação, com vazões satisfatórias e atendendo às demais exigências do usuário.

Instalações de água quente

instalações prediais água quente

As instalações de água quente são totalmente separadas do sistema de água fria. A água quente deve chegar a todos os pontos de consumo desejados com temperatura e pressão adequadas para o funcionamento dos equipamentos (chuveiros, misturadores de lavatórios, de pias, etc.).

Os sistemas de água quente podem ser classificados em:

Individual

Chamamos de sistema individual quando um equipamento alimenta um único aparelho.

Central privado

Nesse sistema um só equipamento é responsável pelo aquecimento de água que será distribuída em pontos de consumo de uma casa ou um apartamento

Central coletiva

Um só equipamento aquece a água que será distribuída a várias unidades, como por exemplo, para todos os apartamentos de um edifício ou quartos de hotel.

Instalações de esgoto

instalações prediais esgoto

A instalação de esgoto, que é responsável para receber a água que já foi utilizada em uma casa ou edifício, é composta por diversos tubos que servem para recolher a água que foi usada em cada peça sanitária como tanques, vasos sanitários, pias de banheiros e cubas de cozinhas.

As instalações prediais de esgoto são divididas em dois segmentos:

A primária, que fica em contato com os gases provenientes do coletor público ou particular.

A secundária, que não tem acesso a esses gases, pois está protegida por um fecho hídrico.

Para a instalação é necessário um passo a passo:

  • Ter um projeto hidrossanitário da edificação;
  • Corte o tubo no esquadro, chanfre a ponta para facilitar o encaixe e marque a profundidade da bolsa da conexão;
  • Encaixe o anel de borracha na virola da bolsa da conexão e aplique a pasta lubrificante Krona tanto sobre o anel quanto na ponta do tubo;
  • Encaixe o tubo e recue 5 mm da marcação para permitir a dilatação do sistema.

É claro que a prática com certeza será o melhor aprendizado, mas a teoria é a base para qualquer passo, então conheça o seu projeto, estude para fazer corretamente seguindo os passos sem pular etapas.

Veja também: Projeto de arquitetura: etapas do projeto, como cobrar e como fazer

Instalações de águas pluviais

instalações prediais águas pluviais

FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81gua_pluvia

As instalações prediais de águas pluviais podem e devem ser projetadas de modo a obedecer às seguintes exigências:

  • Recolher e conduzir a vazão de projeto até locais permitidos pelos dispositivos legais.
  • Ser estanques.
  • Permitir a limpeza e desobstrução de qualquer ponto no interior da instalação.
  • Absorver os esforços provocados pelas variações térmicas a que estão submetidas.
  • Quando passivas de choques mecânicos, for constituída de materiais resistentes a estes choques.
  • Nos componentes expostos, utilizar materiais resistentes às intempéries.
  • Nos componentes em contato com outros materiais de construção, utilizar materiais compatíveis.
  • Não provocar ruídos excessivos.
  • Resistir às pressões a que podem estar sujeitas.
  • Ser fixadas de maneira a assegurar resistência e durabilidade.

Destina-se exclusivamente ao recolhimento e condução das águas pluviais, não se admitindo quaisquer interligações com outras instalações prediais. Ou seja, não pode ter ligação com nenhuma parte de fora.

Veja também:  Portfólio de Arquitetura que Atrai Clientes: Como criar

O destino das águas pluviais pode ser:

  • Escoamento superficial;
  • Infiltração no solo por meio de poço absorvente;
  • Disposição na sarjeta da rua ou por tubulação enterrada no passeio; pelo sistema público, as águas pluviais chegam a um córrego ou rio.
  • Cisterna de acumulação de água, para uso posterior.

Instalações prediais de gás canalizado

Instalações prediais gás canalizado

É o conjunto formado por canalização, medidores, registros, coletores e aparelhos de utilização, com seus necessários complementos, que parte da rede pública geral, destinado à condução e ao uso do gás combustível.

A instalação se divide em trechos, com denominações específicas:

  • Ramal externo;
  • Ramal interno;
  • Ramificações secundárias;
  • Instalação ou ramificação interna;
  • Instalação ou ramificação primária e instalação secundária.

4 Dicas sobre Instalações Prediais

instalações prediais dicas

  1. Antes de tudo, deve-se contratar profissionais habilitados para desenvolver e executar as instalações da casa de seu cliente.
  2. No desenvolvimento do projeto, procure ouvir as necessidades do cliente, posições das tomadas, torneiras e etc. Afinal a casa é dele, portanto gostos e necessidade devem ser levados em consideração. Mas considere também a sua voz importante.
  3. Os custos para expandir ou aumentar tubulações embutidas futuras, tanto de água como de luz, são altos e causam incômodos e transtorno. Se o cliente estiver pensando em expandir as instalações futuramente, melhor já deixar a tubulação pronta.  Fica mais barato expandir enquanto está em obra, e também junto ao projeto original do que ter que fazer modificações posteriores.
  4. Tudo deve atender às prescrições e exigências das normas brasileiras, com fins de garantir a qualidade do projeto.

Veja também: Etapas de uma obra: como planejar, equipe e principais passos

Como fazer instalações elétricas prediais?

instalações prediais elétricas como fazer

Quando começa a hora das instalações prediais, várias atividades simultâneas são feitas na obra. Toda parte elétrica representadas em planta de arquitetura, com os pontos certos de eletricidade já decididos no projeto, muito antes da obra ter sido iniciada.

Então também é a hora de deixar a teoria e por a prática em ação, é com certeza que precisamos saber onde e como fazer as instalações. Pois se compreende um subsistema, como, alarmes, circuitos internos, pontos de luz para jardins e áreas externas, assim como portão automático de garagem e dentre outros.

As instalações elétricas precisam ser colocadas no seu lugar, parte delas é na laje, pois ficam no interior da mesma, conduzindo fios que ligam pontos de luz no teto e que descem para os interruptores.

Veja também: Gestão de obras: o que é, como gerenciar e dicas de ouro

Após colocados os eletrodutos e caixas de luz, somente depois de feito todo esse processo que as lajes são concretadas.

Dentro dos conduítes, devem ser deixados arames para puxar os fios mais tarde, ou se não o eletricista passará uma sonda de aço de uma extremidade à outra dos eletrodutos para puxar a fiação.

Com parte da instalação elétrica embutida e com locais demarcados para furos nas paredes da casa, para a colocação de eletrodutos para fiação de luz e também a tubulação da parte hidráulica.

Essa é só uma parte de como fazer simples e fácil as instalações prediais elétricas, e sim, cada projeto é ligado ao outro, precisa dessa decisão em conjunto.

Sistemas de abastecimento e de distribuição

sistemas abastecimento distribuição instalações prediais

O sistema de abastecimento e de distribuição de energia elétrica é a etapa final no fornecimento de energia elétrica.

Corresponde a parte do sistema elétrico ligado ao subsistema de transmissão, através do qual se faz a entrega da energia elétrica aos consumidores, tendo início numa distribuição primária em média tensão ou num posto de transformação que é a distribuição secundária em baixa tensão.

Veja também: Revista de arquitetura: 14 melhores revistas para arquitetos

Consumo predial

Hoje com a tecnologia e o uso constante dos eletrodomésticos o consumo de energia é alto mesmo, porém quando se faz um projeto é pensando nisso, pois começa a ter um consumo predial, onde estabelece as diretrizes para ver uma economia.

Pensando nisso as instalações elétricas são essenciais. Tendo também revisões que é identificar alimentadores, circuitos, quadros elétricos, tomadas e outros elementos incompatíveis para atender às novas demandas de consumo, seja em projetos residenciais, comerciais ou industriais.

instalações prediais consumo predial

Com certeza com um bom projeto esses fatores são resolvidos de forma gradativa sem causar muita insatisfação no cliente e no orçamento.

Dimensionamento de reservatórios

Existem fórmulas e medidas corretas pra um reservatório, pois sim ele é algo precioso no projeto, se faz necessário do uso do mesmo, porque precisa ter estocado algo para o abastecimento contigo.

Veja também: Desenho arquitetônico: o que é, normas e principais softwares

Seja na elétrica ou até mesmo no projeto hidráulico, pois corresponde o armazenamento correto das águas pluviais ou das águas fria e quente.

Com todo esse conceito é importante ter um dimensionamento correto, descritos no projeto e com exemplo específicos.

Como instalar ar condicionado split em prédio alto?

instalar ar condicionado split prédio alto

Antes de tudo, precisa saber se o prédio tem uma infraestrutura e tubulação correta para a instalação do ar condicionado, se tiver precisa ter em mãos o projeto para saber exatamente qual posição instalar para ter menos problemas e mais soluções.

É necessário ter todas essas informações porque se o prédio já tem a infraestrutura para o Split preparada, só precisa saber qual o tamanho da bitola ou diâmetro da tubulação para o ar condicionado Split. garantindo um produto compatível com a tubulação que já está instalada.

Deixaremos algumas dicas para uma instalação correta:

Área Interna

  • Instale o ar-condicionado nas paredes com maior distância entre si. Esse cuidado torna a distribuição de ar mais eficiente.
  • Evites fluxos de ar cruzado com outros aparelhos no mesmo ambiente.
  • Evite locais onde a circulação do ar possa ser obstruída ou dificultada por cortinas, móveis ou divisórias.
  • Para o ar circular bem, não coloque nenhum obstáculo perto da saída do ar.
  • Escolha um local onde o filtro de ar possa ser retirado facilmente para a limpeza.
Veja também:  Arquitetura contemporânea: o que é, características e obras

Área Externa

  • Escolha um local bem ventilado e nunca instale perto de locais com gás inflamável.
  • Não a instale onde a saída de ar esteja obstruída.
  • A unidade externa pode ser instalada tanto acima quanto abaixo da unidade interna.
  • A mangueira de drenagem deve ser instalada sempre abaixo da unidade interna.

Como instalar medidor de água individual em prédio antigo?

instalar medidor água individual prédio antigo

O medidor de água, o hidrômetro é muito importante, pois consegue ter uma divisão individual e justa sobre o valor gasto no consumo de água, antigamente não era possível fazer isso e ainda hoje existem prédios antigos com essa dificuldade onde os moradores reclamam ou sentem esse desconforto.

No entanto, isso precisa ser resolvido, então é necessário fazer um RETROFIT HIDRÁULICO, de forma a contemplar a individualização e a melhoria do encanamento do condomínio.

Tem que trocar tudo, pois geralmente os prédios possuem tubulações de ferro galvanizado e devido ao tempo precisa ser feita a mudança. A mudança pode ser feita gradativa para não prejudicar e paralisar a estadia do cliente.

Veja também: Bioarquitetura: o que é, sua importância e principais características

Importante conhecer e ter noção em tudo, o mesmo indicamos na instalação de ar condicionado, como o prédio já é antigo, precisa estudar melhor como e qual área que será instalado, constituindo e lembrando se será na área interna ou externa.

Geralmente as instalações nos prédios antigos são feitas na área externas devido o espaço já está totalmente comprometido.

Como fazer a leitura e interpretações críticas de projeto de instalações?

leitura interpretações críticas projeto instalações

Saber fazer a leitura e interpretação críticas é algo mais que obrigatório é essencial, pois mesmo que você tenha estudado sobre a leitura dos símbolos, precisa ter um olhar critico para saber realmente se as instalações estão corretamente no seu lugar.

É importante se aprofundar na distribuição de luz e de força, componentes dos circuitos de iluminação, interruptores, eletrodutos, tomadas e etc.

Ou seja, precisa conhecer todas as simbologias empregadas e a planta baixa também.

Improvisos na obra

improvisos obra instalações prediais

É importante saber trabalhar com os improvisos porque às vezes eles são nossa única solução. Claro que é fundamental usar o projeto como nossa base inicial, porém, alguns erros ou talvez mudanças propostas pelo cliente.

Quando parte do cliente o improviso sua função é estudar o caso e orientar de forma significativa e até mesma explicativa para que ele escute qual forma seguir, mas se é possível o improviso faça e continue mostrando sua habilidade na área.

Mas lembre-se um projeto planejado certamente será executado com perfeição.

Veja também: Prancha de arquitetura: 5 passos para diagramar a sua!

Importância do arquiteto e do layout

Importância arquiteto layout instalações prediais

O arquiteto é a peça fundamental, pois ele tem as respostas preparadas na sua cabeça para eventuais mudanças e até mesmo uma criação, um arquiteto com um lápis e papel é capaz de criar grandes projetos com sua criatividade e conhecimento.

Complementando com o projeto de layout é muito importante também para a concepção de demais projetos complementares do imóvel. Tais como o projeto de Instalações Elétricas, instalações hidráulicas e hidrossanitárias.

Com certeza com o layout é possível ter certa descrição ímpar para a elaboração de projetos fundamentais e imprescindíveis, criando e propondo uma visualização de conceito ao cliente.

Veja também: Novidades do Sketchup e Layout 2020: 6 novidades

Importância das normas da ABNT no projeto de instalações elétricas

instalações prediais normas abnt

Quando pensamos nas regras logo vem a nossa predestinação em quebra-las, mas em um projeto de instalação elétrica e até mesmo aos demais projetos isso não pode acontecer.

Portanto sempre quando pensar nas normas da ABNT que são claramente descritivas pense no conforto e na segurança do cliente, pois elas foram pautadas para concluir e ter o mesmo objetivo, que é construir e constituir grandes projetos.

É pensando nessas normas que grandes projetos foram executados e até hoje tem uma vida longa e útil para quem utiliza, pois foi uma decisão sábia e profissional que fez este feito acontecer.

Veja também: Taxa de Ocupação: o que é, como calcular e normas

Conclusão

Concluímos que é possível fazer os projetos de instalações prediais e o quanto é importante, pois além de ter segurança garantimos um conhecimento e experiência que sem dúvidas é um percurso prazeroso e necessário para constituir grandes nomes.

Aprenda mais: Curso de AutoCAD e Sketchup para Construção Civil [+7 BÔNUS]

Aprendemos muito sobre todas as partes das instalações prediais, com suas funcionalidades e formas distintas, se você ainda tem uma dúvida ou pergunta, deixe seu comentário abaixo.

Não deixe de acompanhar as nossas páginas nas redes sociais, lá nós compartilhamos várias dicas para ajudar você na sua carreira.

Obrigado por ter chegado até aqui! Abraço!